Exitoína
Facebook ExitoínaTwitter ExitoínaYoutube ExitoínaInstagram ExitoínaTelegram Exitoína
Cinema » Ai...

A falta do que fazer: alguém resolveu criar uma versão 'sem feminismo' de 'Vingadores: Ultimato'

No filme original, homens já apareciam três vezes mais que as mulheres

Pedro Rocha Publicado em 19/06/2019, às 10h27 - Atualizado às 10h53

'Vingadores: Ultimato'
'Vingadores: Ultimato' - Divulgação/Marvel

O poder das mulheres incomoda, né? Ao ponto de alguém, muito provavelmente sem uma pia de pratos para lavar em casa, resolver criar uma versão sem mulheres do filme Vingadores: Ultimato

De acordo com a Rádio Pública Nacional dos EUA (NPR), está circulando num site ilegal de streaming uma versão "sem feminismo" do longa, lançado este ano. A versão apaga totalmente a personagem Capitã Marvel, de Brie Larson, e corta a cena em que o Gavião Arqueiro ensina sua filha a atirar.

O editor responsável pela "nova" versão de Ultimato, segundo a NPR, declarou que "jovens mulheres devem aprender habilidades para se tornar boas esposas e mães, e deixar a luta para os homens."

Para não ofender a masculinidade frágil, a edição corta também cenas em que personagens masculinos se abraçam. Até mesmo a participação do Pantera Negra no longa é minimizada. 

Vale destacar que, como contamos aqui à época do lançamento do filme, Vingadores: Ultimato, em sua versão oficial, já tem personagens masculinos aparecendo três vezes mais que as mulheres. 

++ Morte de personagem move trailer do novo jogo de 'Vingadores'

Atualmente, Ultimato está a menos de 45 milhões de dólares de ultrapassar Avatar e se tornar a maior bilheteria de todos os tempos. 

Exitoína agora está no Telegram! Você quer ficar por dentro de todas as novidades? Acesse https://t.me/exitoinabrasil e não perca mais nada!