Exitoína
Facebook ExitoínaTwitter ExitoínaYoutube ExitoínaInstagram ExitoínaTelegram Exitoína
Cinema » POLÊMICA

Acusado de estupro, Roman Polanski ganha prêmio francês e atrizes abandonam o evento

Um protesto de mulheres também ocorreu no local do evento, mas o diretor não compareceu

Redação Publicado em 29/02/2020, às 12h00

Roman Polanski não compareceu ao evento
Roman Polanski não compareceu ao evento - Reprodução/Youtube/Twitter

Ocorreu nesta sexta-feira (28) a cerimônia do César Awards, a maior premiação de cinema francês. Pouco antes do início do evento, mulheres protestaram do lado de fora do local contra a indicação do diretor Roman Polanski, acusado de estupro. Ele venceu na categoria de Melhor Diretor e algumas atrizes deixaram o evento em seguida.

Polanski e o elenco do filme O Oficial e o Espião(J'accuse), indicado a 12 categorias na premiação, não compareceram ao evento devido as críticas recebidas. Em comunicado, ele disse que a decisão foi de "não enfrentar um tribunal de opinião autoproclamado". 

+ Leia mais: Roman Polanski responde recente acusação de estupro e diz que Harvey Weinstein tentou sabotar O Pianista no Oscar

Na ausência do diretor, o prêmio foi recebido pela atriz Emmanuelle Bercot e a diretora Claire Denis. A vitória de Polanski fez com que diversas atrizes e diretoras abandonassem o evento, como Adèle Haenel, que acusou outro diretor francês, Christophe Ruggia, de assédio no último ano. Ela concorria na categoria de Melhor Atriz pelo filme Retrato de Uma Jovem em Chamas.

O diretor foi indiciado pelo estupro da adolescente Samantha Gailey, de 13 anos, em 1977 e confessou ter mantido relações sexuais com a jovem, chegando a ser condenado pelo crime no último ano. Ele recebeu outras acusações de abuso sexual, a mais recente sendo a da atriz e fotógrafa Valentine Monnier, que alegou ter sido estuprada pelo diretor em 1975, quando tinha 18 anos.

 

 

Exitoína agora está no Telegram! Você quer ficar por dentro de todas as novidades? Acesse https://t.me/exitoinabrasil e não perca mais nada!