Exitoína
Facebook ExitoínaTwitter ExitoínaYoutube ExitoínaInstagram ExitoínaTelegram Exitoína
Cinema » LISTA

Caso Suzane Von Richthofen e outros crimes brasileiros que viraram filme

Um dos asssassinatos mais famosos do país foi adaptado para dois longas com estreia simultânea

Júlia Andrade Publicado em 29/02/2020, às 18h00

Cena do trailer de A Menina que Matou Os Pais e O Menino que Matou Meus Pais
Cena do trailer de A Menina que Matou Os Pais e O Menino que Matou Meus Pais - Youtube

Um dos crimes mais famosos do país vai ganhar as telonas através de duas produções com estreias simultâneas. O Brasil vai poder acompanhar a trama baseada no caso Suzane Von Ritchthofen em enredos narrados pelos olhos de Suzane e pela perspectiva de Daniel Cravinhos.

A história da jovem que planejou o assassinato dos pais, Manfred e Marísia, concretizado pelo namorado, Daniel, e o cunhado, Cristian, foi adaptada para os filmes A Menina que Matou Os Pais e O Menino que Matou Meus Pais com base nos autos do processo do caso que ganhou notoriedade nacional a partir de 2002, quando aconteceu o chocante crime. Confira o trailer:

Com roteiro de Ilana Casoy, autora de Casos de Família: Arquivos Richthofen, Raphael Montes, roteirista de literatura policial, e direção de Mauricio Eça, os longas contam com Carla Diaz como Suzane Von Richthofen e Leonardo Bittencourt no papel de Daniel Cravinhos.

Mas não é a primeira vez que um caso policial brasileiro notório acaba virando filme. Isso porque outros crimes ganharam tramas cinematográficas ao longo dos últimos anos ao levarem as tragédias da vida real para o mundo da ficção. Relembre quais são: 

 

O Sequestro do Ônibus 174

Sandro Barbosa do Nascimento, sobrevivente da Chacina da Candelária no Rio de Janeiro, parou o Brasil no dia 12 de junho de 200 ao protagonizar um assalto - a mão armada - a um ônibus da linha Gávea-Central (174) e manter 11 pessoas de reféns.

A professora Geisa Gonçalves acabou virando a principal refém depois de um longo tempo de negociações e foi atingida de raspão pela polícia na tentativa de atirar em Sandro, que baleou a vítima como reação. O criminoso acabou morrendo por asfixia no carro da polícia depois de ter todo o caso transmitido pela TV.

Depois de ganhar um documentário em 2002, produzido pelo cineasta José Padilha, o caso ganhou um filme de ação em 2008 chamado Última Parada 174.

 

O Massacre do Carandiru

O caso de 2 de outubro de 1992 começou com uma rebelião entre encarcerados da Casa de Detenção de São Paulo. A confusão que desencadeou na intervenção da Polícia Militar, que resultou em 111 detentos mortos.

A história foi base do livro Estação Carandiru, de Dráuzio Varella, que foi médico voluntário no presídio e registrou seus relatos na obra de 1999, que insipirou a proudão Carandiru, de 2003. O filme retrata as condições e rotina que os detentos enfrentavam de dentro da prisão.

 

O assalto ao Banco Central em Fortaleza

O segundo maior roubo a banco da história, que aconteceu em 2005, foi marcado pelo plano de uma quadrilha que alugou uma casa próxima ao banco e passou três meses cavando um túnel para concretizar o crime.

Foram cerca de R$ 164,7 milhões furtados durante um final de semana, valor calculado com base nas 3,5 toneladas de notas. Apenas alguns criminosos foram presos e o caso foi base do filme Assalto ao Banco Central, de 2011, que retrata toda a prepação dos bandidos, a execução do crime e a investigação policial.

+ Leia Mais: 10 séries europeias sobre crime na Netflix para quem já terminou 'La Casa de Papel'

Caso Zuzu Angel

A estilista mineira ficou conhecida mundialmente na época da Ditadura Militar após sua procura incessante pelo filho militante, que foi preso, torturado e assassinado pelo governo em 1971 e transformado em um desaparecido político, além de sua própria morte ter virado polêmica.

Zuzu teria morrido por um acidente de carro, em 1976, mas a causa real foi desvendada em 2019 pela filha Hildegard Angel, que emitiu a certidões de óbito de Zuzu e do irmão Stuart em um cartório da Zona Norte do Rio de Janeiro. Os documentos atestam os ocorridos como “morte não natural, violenta, causada pelo Estado brasileiro, no contexto da perseguição sistêmica e generalizada à população identificada como opositora política ao regime ditatorial de 1964 a 1985”.

A comovente história serviu de base para o longa Zuzu Angel, de 2006, estrelado por Patrícia Pillar e Daniel de Oliveira. 

 


+ Que tal deixar sua casa com um toque único e criativo? Então dá uma olhada nessa lista! Separamos 5 itens de decoração inspirados em grandes nomes do Rock ‘n’ Roll.

 

1 - Qua-dro Led Zeppelin: Quer deixar sua casa com a cara do rock? Esse quadro pode te ajudar! - https://amzn.to/2OkvdOQ

2 - Almofada Beatles: Fã da banda inglesa? Então essa almofada vai ficar perfeita na sua sala de estar! - https://amzn.to/35yrD9t

3 - Caneca Banda Muse: Essa caneca da banda Muse é suuper prática. Com cerâmica resistente, ela pode ser levada à máquina de lavar louças e no microondas. - https://amzn.to/2shdDTm

4 - Relógio Decorativo AC/DC: Com esse relógio, você não vai parar de pensar no AC/DC em nenhuma hora do dia. - https://amzn.to/2OHynva

5 - Capacho Rolling Stones: Com esse capacho na sua porta de entrada, todo mundo vai saber o quanto você é fã dos Rolling Stones (e quem sabe vão até querer te copiar) - https://amzn.to/35zDMuQ

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Exitoína pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

 

Exitoína agora está no Telegram! Você quer ficar por dentro de todas as novidades? Acesse https://t.me/exitoinabrasil e não perca mais nada!