Exitoína
Facebook ExitoínaTwitter ExitoínaInstagram Exitoína
Cinema » POLÊMICA

Coringa: Condenado por pedofilia, cantor Gary Glitter deve faturar com música no filme

Com autoria de Glitter, Rock and Roll Part 2 foi lançada em 1972 e está em uma das cenas do longa

Redação Publicado em 07/10/2019, às 12h13

Gary Glitter é co-autor de Rock and Roll Part 2, presente na trilha sonora de Coringa
Gary Glitter é co-autor de Rock and Roll Part 2, presente na trilha sonora de Coringa - Reprodução/YouTube

O cantor e compositor Gary Glitter, condenado a 16 anos de prisão por abusar de três garotas menores de idade, pode fazer fortuna com Coringa, longa dirigido por Todd Phillips (da trilogia Se Beber Não Case) e estrelado por Joaquin Phoenix que estreou na última quinta-feira (3).

De acordo com o The Sun, Glitter deve receber pelos direitos autorais da música Rock and Roll Part 2, presente na trilha sonora do filme. A música aparece em uma cena onde Phoenix dança em uma escada, já totalmente caracterizado como o vilão, minutos antes de fugir da polícia.

++ Análise: O problema de Coringa é que nós estamos em Gotham

Não só isso, o cantor ainda deve ter participação na bilheteria, além das vendas de DVDs, Blu-rays e trilha sonora do filme.

Em Coringa, Phoenix interpreta Arthur Fleck, um comediante fracassado que trabalha como palhaço até ser demitido. Em um surto, ele acaba matando três executivos e, aos poucos, transforma-se no clássico vilão.