Exitoína
Facebook ExitoínaTwitter ExitoínaYoutube ExitoínaInstagram ExitoínaTelegram Exitoína
Cinema » POLÊMICA

Jared Leto tentou impedir a produção de Coringa do Todd Phillips

Ator teria solicitado que seu agente reclamasse com a dona da Warner Bros.

Redação Publicado em 19/10/2019, às 14h44

Jared Leto como Coringa em Esquadrão Suicida
Jared Leto como Coringa em Esquadrão Suicida - Warner

Jared Leto não gostou do destino do Coringa, personagem que ele interpretou anteriormente e agora ganhou vida pelo ator Joaquin Phoenix no filme de Todd Phillips.

De acordo com informações do The Hollywood Reporter, Jared chegou a pedir para um de seus agentes convencer o estúdio a cancelar o projeto de Todd.

++Jared Leto ficou ''frustrado e triste'' por não ter interpretado novo Coringa, diz revista

A reportagem diz que Leto pediu para Irving Azoff, responsável por agenciar sua carreira musical, para reclamar diretamente com a dona do estúdio. No entanto, Azoff não chegou a atender o pedido.

Além disso, Jared supostamente reclamou com a CAA (Creative Arts Agency), que gerencia sua carreira e também a de Phillips, argumentando que “não era forma de se tratar um vencedor do Oscar”.

Como a CAA não fez nenhuma ação, Leto trocou de agência.

++Antes de Joaquin Phoenix: Jared Leto, Heath Ledger e outros atores que já viveram o Coringa

A decepção de Leto vêm do fato de que inicialmente ele produziria e estrelaria um filme-solo do personagem, focado na sua versão.

No entanto, o projeto foi cancelado pelo estúdio para dar espaço para a versão de James Gunn de Esquadrão Suicida e também ao filme de Todd, estrelado por Phoenix.

Ainda, o que poderia ter intesificado o descontentamento de Leto é que praticamente todo o restante de seus colegas de equipe irão retornar para o novo longa de Gunn. E Margot Robbie, que interpretou a Arlequina no filme de 2016, ganhou sua própria produção - o filme Aves de Rapina, que irá estrear ano que vem. 

Por fim, o artigo do Hollywood Reporter cita que a própria Warner Bros. não botava muita fé no filme de Todd Phillips. O motivo era o tom sombrio adotado pelo diretor, o que fez o estúdio liberar um orçamento morno para a produção.

++Diretor Todd Phillips revela que não divulgará cenas excluídas de Coringa: "São deletadas por uma razão"

Isso não foi impeditivo para o sucesso de Coringa, que já figura no Top 5 de maiores bilheterias de filmes para maiores de 18 anos. No Brasil, o longa estrelado por Joaquin Phoenix recebeu classificação indicativa para maiores de 16 anos.

por conta de seu tom sombrio. Como forma de “desencorajar” o cineasta, o estúdio liberou um orçamento morno - sem o efeito desejado.

Exitoína agora está no Telegram! Você quer ficar por dentro de todas as novidades? Acesse https://t.me/exitoinabrasil e não perca mais nada!