Exitoína
Facebook ExitoínaTwitter ExitoínaYoutube ExitoínaInstagram ExitoínaTelegram Exitoína
Cinema » VEM AÍ

Doutor Sono: O que esperar do filme, baseado na obra de Stephen King, que serve de continuação para O Iluminado

O longa dirigido por Mike Flanagan, de O Jogo Perigoso, chega aos cinemas na próxima quinta-feira (07)

Júlia Andrade Publicado em 04/11/2019, às 14h40

Ewan McGregor em Doutor Sono
Ewan McGregor em Doutor Sono - Divulgação/Warner Bros.

Mais um filme baseado em uma obra de Stephen King chega às telonas na próxima quinta-feira (07). Desta vez, Doutor Sono é que transitará das páginas para os cinemas com um enredo que serve de sequência para O Iluminado, outro trabalho do autor, que ganhou longa na década de 80.

A adaptação continua a história de Danny Torrance (McGregor Ewan), filho de Jack e Wendy no antigo clássico, que, depois de 40 anos de sua aterrorizante estadia no Hotel Overlook, é um adulto traumatizado e alcoólatra. 

Na infância, Torrance resistiu a uma tentativa de homicídio por parte do pai, um escritor perturbado por espíritos malignos e, agora, sem residência fixa, ele se estabelece em uma pequena cidade, onde consegue um emprego no hospício local e cria um vínculo telepático com uma menina, paciente da instituição.

Abra é uma adolescente corajosa com um poder sobrenatural e percebe que Dan tem o mesmo poder. Ela vai atrás do protagonista desesperada por ajuda contra a impiedosa Rose the Hat e os seus seguidores, The True Knot, que se alimentam dos poderes de inocentes em busca de imortalidade.

Oriunda de outros enredos, o filme traz expectativas em relação a o que vai apresentar. Saiba o que esperar de Doutor Sono como continuação das produções antecessoras:

Relação com filme O Iluminado e com as obras de Stephen King

O diretor da produção, Mike Flanagan, disse ao Comic Book que, como uma adaptação do livro homônimo, a produção pretende ser uma continuação do livro O Iluminado assim como da adaptação de Stanley Kubrick para os cinemas.

"É uma adaptação do romance Doutor Sono, que é a continuação de Stephen King, de seu romance O Iluminado", confirmou. O trailer já adianta referências ao Iluminado, como as cenas das duas meninas no corredor do hotel, ou o protagonista aparecendo na abertura da porta destruída - que remete a uma das cenas mais icônicas da história do cinema. Confira:

Como o título do longa já sugere, o cineasta também levou em consideração o romance Doutor Sono, de King. "Antes de mais nada, o filme é uma espécie de coisa própria, mas foi envolvido pela produção de Kubrick e por King como tal”, disse o produtor Trevor Macy. “Mas, em um sentido muito real, estamos nos apoiando nos gigantes literários e cinematográficos”, esclareceu.

Em entrevista à Slashfilm, Macy explicou como a produção se originou. “Em 2013, Stephen King decidiu continuar a história de Danny Torrance quando adulto. O romance tinha sido interessante para Mike [Flanagan] e para mim desde que isso aconteceu. Lembro-me de falar sobre isso na época e pensamos: ‘Uau, uma coisa divertida de se fazer’”, contou.

“Mas que intimidador. E cortou para alguns anos depois, quando tivemos a sorte de cruzar com a Warner Bros. e eles tinham os direitos por causa de O Iluminado e então começamos a contar essa história de Danny Torrance crescido”, completou.

Ele ainda falou que todo o enredo da obra literária de King é muito cinematográfico e, por isso, estão na produção.“Há coisas que saltam do livro, e elas entraram no roteiro e no filme”, afirmou. “Algumas delas, como os flashbacks da infância de Danny, parecem muito cinematográficos no livro” disse. “A personagem Snakebite e sua entrada no True Knot é uma sequência extremamente cinematográfica como está escrito no livro” continuou.

“O mano-a-mano entre Rose e Abra no livro parece muito, muito cinematográfico. E todas essas questões saltaram da obra”, completou. “Mas a coisa toda parece que quer muito ser um filme. Muitas coisas de King são assim. Mas isso em particular, quero dizer, você realmente quer ver esses personagens na tela”, concluiu.

Apesar das conexões diretas e dos personagens compartilhados, Doutor Sono tem uma grande diferença de O Iluminado. O filme anterior é sobre um homem lutando contra seus vícios e fracassando, destruindo sua família. Doutor Sono é sobre um homem que luta com seus vícios e sua batalha para construir um futuro para si e para quem ele ama. Flanagan falou sobre isso.

“Olhando O Iluminado, falando sobre vício, e Doutor Sono falando sobre recuperação, isso para mim foi tão perfeito. Essa foi uma jornada que Jack, como personagem, não pôde fazer. E, portanto, dependia de Dan escolher esse manto e ter sucesso onde seu pai falhou”, explicou.

“Eu olhei para isto como esse outro lado de O Iluminado, esse outro lado da moeda, onde vício versus recuperação, fogo versus gelo, e se O Iluminado estiver na neve e no gelo e congelado, Doutor Sono está queimando, e as contradições e como eles funcionam juntos, na verdade, eu pensei que era simplesmente magnífico”, afirmou.

O que a crítica está dizendo

Antes de qualquer análise, o autor da obra inspiradora parece ter aprovado a adaptação de seu livro. "Doutor Sono chega em novembro. É um inferno de filme bom e um inferno de assustador", escreveu.

Entre os críticos, a recepção está dividida entre os que enaltecem o filme e alguns que não ficaram muito confortáveis com a produção. Confira os comentários:

“Quando entrevistei Flanagan, ele deixou claro que sabia que algumas das escolhas do filme dividiria as pessoas. E sim, há elementos com os quais lutei. Mas quando o Doutor Sono funciona, que é na maioria das vezes, ele * funciona *. É uma representação muito melhor da voz de King do que em IT [outra adaptação do autor]”, comentou Jacob Hall, do Slash Film..

“Foi um ótimo ano para as adaptações de Stephen King, mas acho que Doutor Sono é o melhor do grupo. Me emocionou de maneiras que eu não esperava, me deixou emocionada e Rebecca Ferguson é feroz. Que celebração maravilhosa de Kubrick, King & a carreira de Mike Flanagan”, comentou Heatherface Wixson, da DailyDead News.

Doutor Sono é a melhor adaptação de Stephen King desde Um Sonho de Liberdade. Mike Flanagan combinou perfeitamente nostalgia com tensão, mistério e suspense. Todo o elenco é excelente. Há uma série de surpresas que farão os fãs de King gritarem de alegria”, escreveu Scott Menzel, do We Live Entertainment.

++ O Iluminado retorna aos cinemas do Brasil antes do lançamento de Doutor Sono

Doutor Sono funciona melhor quando se adere ao romance de Stephen King. No momento em que começa a tentar recriar elementos do O Iluminado, de Kubrick, tropeça um pouco. Ainda assim, Flanagan prega os elementos emocionais (nenhuma surpresa). E Rebecca Ferguson é dona do filme inteiro”, escreveu Chris Evangelist da Slash Film.

Doutor Sono é uma bagunça. É longo demais, tem um conflito entre uma sobriedade sombria e emoções baratas e loucas. As homenagens a O Iluminado são baratas e sem vergonha. Os sustos são mais engraçados do que assustadores. Dan é um problema. McGregor [Ewan] costumava ser um ator tão vivo, mas aqui ele está congelado”, disse Darren Franich, da Entertainment Weekly.

Divulgação/Warner Bros.

 

Com direção de Mike Flanagan, de A Maldição da Casa Hill e Jogo Perigoso, além de McGregor como o protagonista, Rebecca Ferguson como Rose the Hat, o elenco ainda conta com Zahn McClarnon como Crow Daddy, Carl Lumbly como Dick Hallorann, Bruce Greenwood como Dr. John Dalton, Alex Essoe como Wendy Torrance, Emily Alyn Lind como Snakebite Andi e Kyliegh Curran como Abra Stone.

Exitoína agora está no Telegram! Você quer ficar por dentro de todas as novidades? Acesse https://t.me/exitoinabrasil e não perca mais nada!