Exitoína
Facebook ExitoínaTwitter ExitoínaYoutube ExitoínaInstagram ExitoínaTelegram Exitoína
Cinema » EITA!

Petição exige a retirada de 365 Dias da Netflix por "glamourizar a cultura do estupro"

Filme estreou no mês de junho e tornou-se um sucesso da plataforma de streaming

Redação Publicado em 02/07/2020, às 08h54

365 dias estreou no início de junho, na Netflix, e se tornou um sucesso instantâneo
365 dias estreou no início de junho, na Netflix, e se tornou um sucesso instantâneo - Reprodução/Netflix

Mais novo sucesso da Netflix, 365 Dias tem causado furor nas redes sociais: fãs estão caindo de amores pelo romance inconvencional entre Laura Biel (Anna-Maria Sieklucka) e Massimo Torricelli (Michele Morrone), fruto de um sequestro, enquanto alguns adversos ao longa têm feitos críticas fervorosas a ele. Agora, uma petição online exige a retirada do filme da plataforma de streaming por, supostamente, "glamourizar a cultura do estupro".



"A natureza questionável do filme se torna evidente nos primeiros quinze minutos, quando o protagonista força um ato sexual com uma funcionária em seu jato particular. Ela aparece amedrontada e relutante em transar com ele enquanto é trancado na traseira do avião", diz o texto. "Ao final do ato sexual, ela tem lágrimas rolando pelo rosto. A partir desse momento, o filme continua a provocar mais gatilhos e ser mais problemático".

+ Leia mais: Após estreia de 365 Dias, novo filme erótico da Netflix, fãs "descartam" Christian Grey

"Conforme a história se desenvolve, os eventos vão de questionáveis para horríveis quando a protagonista é sequestrada e mantida em cativeiro contra a sua vontade. Quando ela acorda, ela é cumprimentada pelo protagonista, que não só a joga violentamente contra uma cadeira e tenta forçá-la a beber álcool", acrescenta. "Ela continua a chorar, gritar e a pedir para ser libertada, ao que ele responde jogando-a novamente, subindo em cima dela, pegando nos seios dela e dizendo: 'Não farei nada a não ser que você diga que está tudo bem'. Isso é dito enquanto ele a toca e a viola".

+ Leia mais: Sequências de 365 Dias são ainda mais intensas que o primeiro longa; saiba mais

A criadora da petição, identificada como Kayla Yokanovich, ainda diz que o momento é bastante inoportuno para o lançamento: "É surpreendente que um filme como esse tenha sido lançado em 2020, depois dos movimentos Anti-Estupro nos anos 1970 e, mais recentemente, o #MeToo", continua. "É horrível pensar que a Netflix apoia esse tipo de conteúdo. Não há nada de consensual no relacionamento dos protagonistas e o filme tenta glamourizar comportamentos violentos e predatórios".

+ Leia mais: Estudo revela o tamanho ideal do pênis para fazer uma mulher ter orgasmos; saiba mais

"Menos de uma semanas antes da estreia de 365 Dias, a série documental sobre Jeffrey Epstein, Poder e Pervesão, foi lançado", continua o abaixo-assinado, usando a história do bilionário que formou uma esquema de pirâmide para abusar de garotas menores de idade e tirou a própria vida em agosto de 2019 após ser preso para construir mais um argumento. "Nele, psicólogos são entrevistados para argumentos profissionais sobre casos de abuso sexual. Em resumo, o documentário determina que, em uma dinâmica de poder (seja idade, riqueza, tamanho físico etc.), atos sexuais performados por homens poderosos contra mulhers vulneráveis sã considerados abusivos".

"No filme 365 Dias, ambas as personagens femininas mencionadas anteriormente são consideradas vulneráveis. A primeira por ser uma relação de empregador/empreado e a segunda, a protagonista, por estar sendo mantida presa contra a sua vontade", completa.

+ Leia mais: Festival de orgias é cancelado por conta da pandemia de coronavírus

"Tenho a esperança de que esse filme seja removido da Netflix com base na preocupação pela audiência que ele pode atingir. Preocupação por sobreviventes de traumas vendo isso como um potencial gatinho, a sugestão de que esse tipo de comportamento está correto e na naturalização da influência. Nós não podemos continuar a perpetuar a glamourização de relações não-consensuais, estupro e ações predatórias na mídia enquanto isso continuar a encolher a narrativa que muitas de nós trabalhamos duro para construir", finaliza.

 


+ Já pensou poder controlar as tarefas do seu dia a dia de uma maneira super tecnológica! Acredite se quiser, mas isso já é possível com os dispositivos Echo! Controlados pela Alexa, assistente de voz da Amazon, com eles você pode realizar diversas atividades por meio de alguns comandos. Confira:

1. Echo Dot 3ª geração: https://amzn.to/2Ty61aI

2. Echo Show 5: https://amzn.to/366fSae

3. Echo 3ª geração: https://amzn.to/2Ny2ghp

4. Echo Show 8: https://amzn.to/2PO3x5f

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a Exitoína pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Exitoína agora está no Telegram! Você quer ficar por dentro de todas as novidades? Acesse https://t.me/exitoinabrasil e não perca mais nada!