Exitoína
Facebook ExitoínaTwitter ExitoínaInstagram Exitoína
Famosos » POLÊMICA

Elenco de The Banker responde à Apple, que adiou lançamento do filme após acusações de abuso

Samuel L. Jackson, Anthony Mackie e outros 50 membros do elenco e da equipe assinaram um comunicado conjunto

Redação Publicado em 02/12/2019, às 15h29

Samuel L. Jackson e Anthony Mackie em trailer de The Banker
Samuel L. Jackson e Anthony Mackie em trailer de The Banker - YouTube

O elenco e equipe do filme The Banker, da Apple, quebrou o silêncio sobre as alegações de abuso que levaram a Apple TV+ a adiar o lançamento do longa.

Nesta segunda-feira (2), o diretor George Nolfi, os atores Samuel L. Jackson, Anthony Mackie e outros 50 membros envolvidos na produção assinaram uma declaração conjunta, que abordava a situação.

"Decidimos contar uma história pela qual estávamos muito apaixonados, recontando as notáveis ​​vidas de Bernard Garrett Sr. e Joe Morris e suas realizações inovadoras no combate à desigualdade racial nas décadas de 1950 e 1960", diz o comunicado.

+Leia mais: Apple cancela estreia de filme com Samuel L. Jackson e Anthony Mackie por denúncias de abusos sexuais

“Embora não tenhamos como saber o que pode ter acontecido entre os filhos de Garrett na década de 1970, incluindo as alegações de abuso de que fomos informados recentemente, nosso coração está voltado para quem já sofreu. O filme em si não se baseia nas lembranças de nenhum filho de Bernard Garrett Sr., mas em entrevistas gravadas com o próprio Bernard Garrett Sr., conduzidas em 1995, apoiadas por transcrições do congresso, decisões judiciais e outros artigos da mídia da época. Nós apoiamos o filme e sua mensagem positiva de empoderamento".

Estrelado por nomes como Samuel L. Jackson e Anthony Mackie, The Banker conta a história de dois empresários negros dos anos 1960 em busca do sonho americano. No entanto, no final de novembro, Cynthia e Sheila Garret revelou que sofreu abusso sexuais de seu meio-irmão, Bernard Garret Jr., filho do personagem interpretado por Mackie no longa.

Elas alegaram que ele as molestou durante anos quando eram crianças. Garrett Jr. negou as alegações em uma declaração anterior ao Deadline, mas seu nome foi apagado dos créditos do filme.

A estreia do longa estava prevista para o dia 6 de dezembro, mas a Apple decidiu cancelá-la. Até o momento, a empresa não se manifestou sobre uma nova data.