Exitoína
Facebook ExitoínaTwitter ExitoínaYoutube ExitoínaInstagram ExitoínaTelegram Exitoína
Famosos » EITA!

Felipe Simas, ex-empresário de Tiago Iorc, rebate acusação de que estaria sabotando a carreira dele

Revelação foi feita após Ana Caetano, da dupla Anavitória, contar que havia sido proibida por Iorc de regravar parceria

Redação Publicado em 14/06/2020, às 10h42

Felipe Simas foi acusado por Tiago Iorc de tentar prejudicar a carreira do ex-contratado
Felipe Simas foi acusado por Tiago Iorc de tentar prejudicar a carreira do ex-contratado - Facebook

A briga entre Tiago Iorc e a Anavitória ganhou mais um capítulo: após Ana Caetano revelar que o duo estava sendo proibido de regravar o sucesso Trevo (Tu), parceria com o cantor presente no álbum de estreia da dupla, o músico explicou a situação e acusou Felipe Simas, com quem já trabalhou, de tentar prejudicar a carreira dele, inclusive financeiramente. O empresário não gostou e respondeu ao ataque do ex-contratado.



"O escritório que gerencia a carreira de vocês, que é o escritório com qual eu trabalhava, não trabalho, vem repetidamente sabotando o meu trabalho, agindo de má fé, para me prejudicar, causando danos, inclusive financeiro", havia declarado Tiago Iorc em um comunicado publicado no Instagram, referindo-se ao F/SIMAS Empreendimentos Artísticos, escritório responsável atualmente pelas carreiras de Anavitória e Manu Gavassi.

+ Leia mais: Tiago Iorc responde à declaração de Ana Caetano, do duo Anavitória, de que teria proibido regravação de sucesso

"Considero gravíssima a acusação pública de Tiago Iorc em relação à uma eventual sabotagem minha na sua carreira. Assuntos assim devem ser tratados na justiça", escreveu Felipe Simas no Instagram. "A censura que Tiago Iorc fez ao lançamento de uma versão ao vivo da música Trevo é um fato. Ele diz que isso deveria ser um assunto privado mas, curiosamente, nega-se a dialogar com Ana e Vitória há mais de dois anos".

+ Leia mais: 20 séries sobre o universo LGBTQIA+ para ver no streaming

"As questões profissionais de Tiago Iorc comigo não deveriam servir de motivação para ele prejudicar o trabalho de Anavitória. Censurar um artista a interpretar sua própria música é um ataque à arte", continou o empresário. "Liberar uma música não significa abrir mão dos direitos, mas, sim, apenas autorizar o lançamento dela. Como resultado, todos os autores são recompensados igualmente pela performance da música".

+ Leia mais:  Saiba o significado das gírias criadas pela comunidade LGBTQIA+

"Tiago Iorc afirma em seu post que Ana e Vitória não sabem da missa a metade. Pois, caro Tiago, elas sabem, sim, da missa inteira e de tudo mais. Não as subestime", concluiu Simas.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Passada com essa tour! O @simasfelipe, do antigo escritório de @tiagoiorc e atual de @oanavitoria, se pronunciou nos stories.

Uma publicação compartilhada por S U B C E L E B R I T I E S (@subcelebrities) em

 

 


+ Itens para maratonar filmes em casa:

1. Pipoqueira Philco: https://amzn.to/3746SUt

2. Almofada porta-pipoca: https://amzn.to/2sxJ0JK

3. Smart TV LED Panasonic: https://amzn.to/38kZXGr

4. Fire TV Stick: https://amzn.to/30xAnLH

5. Home Theater Philco: https://amzn.to/38hufKl

6. Poltrona reclinável, K.R. Móveis: https://amzn.to/2Nz93Yi

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a Exitoína pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Exitoína agora está no Telegram! Você quer ficar por dentro de todas as novidades? Acesse https://t.me/exitoinabrasil e não perca mais nada!