Exitoína
Facebook ExitoínaTwitter ExitoínaYoutube ExitoínaInstagram ExitoínaTelegram Exitoína
Famosos » EITA

Madonna fica furiosa com perfil sobre ela em revista: 'Me fez sentir estuprada'

Ela fez fortes críticas sobre a abordagem da jornalista da 'The New York Times Magazine'

Redação Digital Publicado em 06/06/2019, às 14h52 - Atualizado às 15h04

Madonna
Madonna - Reprodução/Instagram

Madonna não gostou nem um pouco do resultado de sua entrevista com uma jornalista da The New York Times Magazine.

Nesta quinta-feira (06), a cantora publicou um texto em seu Instagram, criticando a abordagem da revista, demonstrando muita insatisfação com a forma que foi definido seu perfil, se sentindo diminuída.

"Dizer que fiquei desapontada com o artigo seria um eufemismo. Parece que você não pode consertar a sociedade e sua infinita necessidade de diminuir, desprezar ou degradar aquilo que eles sabem que é bom. Especialmente mulheres independentes", escreveu.

"A jornalista que escreveu este artigo passou dias e horas e meses comigo e foi convidada para um mundo que muitas pessoas não conseguem ver, mas optou por focar em assuntos triviais e superficiais", criticou.

A artista demonstrou incômodo em ter lido pontos da matéria sobre sua idade e continuou criticando o veículo."Intermináveis ​​comentários sobre minha idade que nunca teriam sido mencionados se eu fosse um HOMEM! As mulheres têm muita dificuldade de serem as campeãs de outras mulheres, mesmo que sejam. Eles estão se passando por feministas intelectuais", desabafou.


 

Ela ainda explicou ter lugar de fala para usar o termo "estuprada", por ter sofrido isso quando era jovem. "Eu sinto muito ter passado cinco minutos com ela. Isso me faz sentir estuprada. E sim, eu posso usar essa analogia depois de ter sido estuprada com 19 anos", escreveu.

Na entrevista, Madonna relatou que quando seu último disco, Rebel Heart (2015), vazou, ela se sentiu estuprada. A jornalista não gostou da metáfora, explicando, em seu texto, que o termo não se usa mais como uma metáfora. A cantora, pelo visto, se irritou com a "correção".

A rainha do pop terminou o texto se revoltando contra a revista, classificando o veículo como patriarcal. "Mais uma prova de que a venerável N.Y.T. é um dos pais fundadores do Patriarcado. E eu digo: MORTE AO PATRIARCADO enraizado na sociedade. Eu nunca vou parar de lutar para erradicá-lo", concluiu.

+ Madonna relata que Harvey Weinstein 'passou dos limites' com ela

Madame X, novo disco da cantora, será lançado no dia 14 de junho.

 

Exitoína agora está no Telegram! Você quer ficar por dentro de todas as novidades? Acesse https://t.me/exitoinabrasil e não perca mais nada!