Exitoína
Facebook ExitoínaTwitter ExitoínaYoutube ExitoínaInstagram ExitoínaTelegram Exitoína
Famosos » DETIDOS

Todos os famosos presos com Jane Fonda nos protestos contra mudanças climáticas até agora

De atores de Grace and Frankie até Joaquin Phoenix, celebridades acompanharam atriz no movimento

Redação Publicado em 10/01/2020, às 16h20

Sam Waterston e Diane Lane com Jane Fonda ao centro: astros foram presos em protestos contra mudanças climáticas
Sam Waterston e Diane Lane com Jane Fonda ao centro: astros foram presos em protestos contra mudanças climáticas - YouTube

Semana após semana Jane Fonda tem promovido protestos contra as mudanças climáticas causadas pelo homem e é protagonista na cobrança de atitudes do governo norte-americano em relação à causa ambiental. Ela começou os protestos em 11 de outubro e foi presa cinco vezes seguidas em nome da causa. 

Na tarde do dia 21 de novembro, a atriz de 82 anos evitou a prisão, como fez nas duas semanas anteriores, mas liderou o movimento e viu as atrizes Diane Lane, Piper Perabo e Amber Valetta serem detidas na sétima semana seguida de protestos

+Leia mais: Além de Jane Fonda: Shailene Woodley, George Clooney e outros astros presos em protestos

Mas não foram só elas que acabaram detidas pelas autoridades norte-americanas durante os protestos com a organização Fire Drill Friday's: na segunda semana movimentação, o ator Sam Waterston, que contracena com ela em Grace and Frankie, foi detido ao seu lado.

Jane Fonda e Sam Waterston sendo presos em frente ao Capitólio dos EUA em 18 de outubro (YouTube) 

 

O ator de 79 anos disse aos repórteres que era bom estar ali pela causa. ''Preciso fazer alguma coisa. Eu não sei. Você tem alguma ideia melhor?'', disse de acordo com o Deadline

+Leia mais: Jane Fonda espera passar aniversário de 82 anos na prisão por conta dos protestos contra mudanças climáticas

Na terceira semana de protestos, o ator Ted Danson, astro de The Good Place, foi algemado junto da atriz de 81 anos e levantou mais notoriedade à causa.

Ted Danson protestando ao lado de Jane Fonda (YouTube)

 

Em 1 de novembro, as atrizes Rosanna Arquette Catherine Keener foram detidas pelas autoridades junto de Fonda em um protesto que continuava as exigências relacionadas às mudanças climáticas mas que tinha um foco no papel decisivo das mulheres. 

Dentro de um dos prédios do Senado dos EUA, Fonda disse ressaltou ao lado das colegas presas que as mulheres possuem papel fundamental nos protestos: ''Os esforços para reverter as mudanças climáticas podem ser aumentados exponencialmente se as necessidades e prioridades das mulheres forem abordadas''. 

Na quinta semana seguida de protestos, Fonda evitou a prisão mas esteve presente no comando dos protestos na capital estadunidense, na qual o foco desta vez era com relação aos males dos combustíveis fósseis. Ao seu lado, os criadores da marca de sorvetes Ben & Jerry's apoiaram o movimento e ainda destacaram o papel dos políticos.

Jane na primeira semana que evitou ser presa após o início dos protestos (YouTube)

 

+Leia mais: Jane Fonda promete que nunca mais irá comprar roupas

''Precisamos que as pessoas no edifício atrás de nós representem as pessoas, não o complexo industrial militar e as empresas de combustíveis fósseis'', disseram os fundadores da Ben & Jerry's. 

No dia 15 de novembro, na sexta semana seguida de protestos, a atriz de Grace and FrankieJune Diane Raphael, que interpreta a filha de Fonda na série da Netflix, se colocou na linha de frente e foi detida pelas autoridades dentro de um dos prédios do Capitólio. A atriz Marg Helgenberger, conhecida por CSI, também foi presa no ocorrido. 

Em dezembro passado, Sally Field participou dos protestos no dia 13 e logo foi presa, sendo que Fonda evitou ser detida mais uma vez na ocasião. Ao ser algemada, ela foi aplaudida pelo púlico ali presente, que também se somava à causa. 

Antes de ser levada pelas autoridades, Sally discursou aos manifestantes locais e disse que as pessoas têm de sair de suas zonas de conforto.

Quem também terminou o ano indo para a prisão pela causa contra as mudanças climáticas foi Lily Tomlin, colega de cena de Jane Fonda em Grace and Frankie, série de sucesso da Netflix. Antes de ser detida no dia 27 de dezembro, ela discursou sobre o papel das instituições financeiras nas alterações climáticas. 

E os protestos não param por aí. Começando o ano, o ator Joaquin Phoenix, ganhador do Globo de Ouro por Coringa, foi detido também em frente ao Capitólio norte-americano e, momentos antes, discursou sobre a indústria da carne. 

Além dele, Jane Fonda, que mais uma vez evitou a prisão, viu no mesmo dia mais um colega de Grace and Frankie ser detido: Martin Sheen, que interpreta Robert no seriado, também foi preso nas escadarias em frente ao Capitólio estadunidense. 

A atriz de 82 anos deu uma entrevista ao The Washington Post antes de começar os protestos em outubro e disse que se mudou para a capital dos EUA para ficar mais próxima dos assuntos da causa ambiental e disse que acompanharia os protestos toda sexta-feira até janeiro de 2020. 

Exitoína agora está no Telegram! Você quer ficar por dentro de todas as novidades? Acesse https://t.me/exitoinabrasil e não perca mais nada!