Exitoína
Facebook ExitoínaTwitter ExitoínaYoutube ExitoínaInstagram ExitoínaTelegram Exitoína
Famosos » POLÊMICA

Taylor Swift repudia a venda de seu catálogo de músicas para empresário de Justin Bieber: 'Enojada'

Taylor Swift publicou textão nas redes sociais acusando o empresário Scooter Braun de querer arruiná-la

Redação Digital Publicado em 30/06/2019, às 17h16 - Atualizado às 17h35

Taylor Swift desabafou em carta aberta; cantora se sente traída e chateada
Taylor Swift desabafou em carta aberta; cantora se sente traída e chateada - Reprodução/Instagram

Em um texto publicado em seu Tumblr na tarde de hoje (30), Taylor Swift escreveu que está "triste e enojada" com a venda de sua antiga gravadora, a Big Machine Records, ao empresário Scooter Braun, que tem clientes como Justin Bieber e Ariana Grande.

Com isso, seu catálogo de músicas anteriores, pertencentes à Big Machine, ficam nas mãos de Scooter Braun, o qual é acusado de fazer bullying na internet com Taylor em seus piores períodos.

A gravadora é dona dos trabalhos de Taylor, que começam a partir de 2006 com o álbum homônimo Taylor Swift e vai até Reputation, de 2017. "Este é o meu pior cenário", desabafou Swift. Através da carta aberta publicada, ela fala em como se sente mal com toda a situação, desde não ser dona de seu catálogo anterior até a pessoa que comprou a empresa. 

Segundo a Billboard, a gravadora foi comprada por Scooter Braun por aproximadamente US$300 milhões.

Ela também contou um pouco sobre os perrengues enquanto estava vinculada ao selo da Big Machine, dizendo que por anos pediu e implorou por ser dona de seu próprio trabalho. "Ao invés disso, eu recebi a oportunidade de assinar de novo com Big Machine Records e 'merecer' um álbum de cada vez, um para cada novo que eu entregasse."

A cantora ainda desabafou: "Tive que fazer a escolha excruciante de deixar todo meu passado para trás. Músicas que escrevi no chão do meu quarto e vídeos com os quais eu sonhei e paguei com o dinheiro que ganhei tocando em bares, depois clubes, depois arenas e então estádios".

No texto, Taylor ainda faz uma crítica a Kim Kardashian e Kanye West, relembrando sobre a grande briga que incendiou a internet.

A artista acusa Kim de orquestrar e gravar ilegalmente o trecho de uma ligação de telefone para ser vazada. Nisso, o empresário Scooter Braun juntou seus dois clientes, Kim e Kanye, para fazer bullying com ela. Taylor acusa Kanye de ter organizado um videoclipe de "revenge porn", como ela mesma usa, em que havia deixado seu corpo nu. 

"Agora, Scooter tirou de mim o trabalho da minha vida inteira, o qual eu não recebi a oportunidade de comprar. Essencialmente, o meu legado musical está prestes a cair nas mãos de alguém que tentou destruí-lo", declarou.

++Katy Perry se abre sobre amizade com Taylor Swift: 'estou feliz por encontrá-la'

O último trabalho de Taylor, chamado de Lover, é associado com outra gravadora, a Universal Records. O álbum completo será lançado no dia 23 de agosto. 

 

 

 

Exitoína agora está no Telegram! Você quer ficar por dentro de todas as novidades? Acesse https://t.me/exitoinabrasil e não perca mais nada!