Exitoína
Facebook ExitoínaTwitter ExitoínaYoutube ExitoínaInstagram ExitoínaTelegram Exitoína

Depois de se apresentar nua no SBT, stripper revela que quer empoderar mulheres

DJ Brisa roubou a atenção durante uma performance sensual para Silvio Santos

Redação Publicado em 22/06/2020, às 11h20

DJ Brisa no programa do Silvio Santos
DJ Brisa no programa do Silvio Santos - Reprodução/SBT

A stripper Beatriz Povreslo, conhecida como DJ Brisa, impressionou os brasileiros quando fez uma apresentação repleta de sensualidade no quadro Vale Tudo, do Programa do Silvio Santos, no SBT. No episódio, que foi ao ar em 2017, ela regeu uma orquestra usando apenas o bumbum, com técnicas de twerk - dança norte-americana que ela é especialista.

Desde a exibição do quadro, a vida de Beatriz, de 26 anos, mudou completamente. Na época, ela faturou um prêmio e recebeu elogios do dono do SBT, apesar das críticas chamando sua arte de vulgar.



"Não fui eu que preparei a apresentação. Aceitei uma proposta da produção. Fui corajosa! E mais: você está no caminho certo quando divide opiniões. O maior aprendizado que tive foi sobre marketing e publicidade! Seu produto pode ser valioso, mas nem todos conseguem enxergar por uma série de buracos sociais e até mesmo gosto. Sei que ele [Silvio] transformou pouco em muito! Tenho vocação para isso também. Transformei traumas horríveis, que poderiam ter me paralisado, em revolução! E também jogo dinheiro para o alto", contou ela ao portal Na Telinha.

+Leia mais: Strippers começam a fazer delivery de comida após clube fechar por pandemia do coronavírus

Beatriz também contou que tem o sonho de transformar garotas em empreendedoras de qualquer área, incluindo o próprio corpo. Para isso, ela dá um curso chamado Bad Bitch (vadia má, em inglês).

"O treinamento Bad Bitch é um material didático que ensina estratégias de como faturar mesmo com tanta desigualdade de gêneros ainda existente no mercado. As aulas, primeiramente, conscientizam as mulheres sobre seu devido lugar na sociedade e na história. Muito nos foi tirado com o estupro social, chamado de 'descobrimento do Brasil'. A partir daí, elas já conseguem se libertar e despertar o olhar para o que realmente são e, depois, o que gostariam de ser para a sociedade", conta.

Ela conta que já foi vítima de assédio sexual e, por isso, emancipar outras mulheres é uma missão. "Faço contratos de prestação de serviços, garantindo que dançarinas não sejam assediadas, mas ainda há homens que não assinam com medo, porque não conseguem garantir isso. Crimes acontecem constantemente, inclusive em gravações de videoclipes! Meu treinamento consegue direcionar mulheres para que se protejam sozinhas e também usem isso a favor delas. Parece estranho, mas é possível e mais que justo", conta.

 

 


4 livros para quem ama música

1. O livro da música clássica: https://amzn.to/2pDCCiD

2. O Livro dos Mortos do Rock: https://amzn.to/2rekc8C

3. Como Ouvir e Entender Música: https://amzn.to/2D73jQ4

4. O que é rock: https://amzn.to/2ObVSxr

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a Exitoina pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Exitoína agora está no Telegram! Você quer ficar por dentro de todas as novidades? Acesse https://t.me/exitoinabrasil e não perca mais nada!