Exitoína
Facebook ExitoínaTwitter ExitoínaYoutube ExitoínaInstagram ExitoínaTelegram Exitoína

Suga, do BTS, usa trecho de discurso de líder religioso assassino em nova música

A faixa What Do You Think traz falas do pastor Jim Jones, que envenenou 902 pessoas

Redação Publicado em 01/06/2020, às 16h45

Suga, do BTS, em foto publicada em seu Instagram
Suga, do BTS, em foto publicada em seu Instagram - Instagram

O cantor Suga, do grupo BTS, lançou uma mixtape no último dia 22 em que uma de suas músicas traz um trecho polêmico. Isso porque a faixa What Do Yout Think, do álbum D-12, conta parte do discurso de um líder religioso responsável pela morte de centenas de pessoas.

A música assinada pelo alter ego do rapper sul-coreano, o August D, traz a frase conhecido por ter sido dita pelo pastor Jim Jones, que envenenou 902 pessoas na Guiana, em 1978, ao garantir que elas seriam salvas. “Embora você esteja morto, você viverá, e aquele que vive e crê nunca morrerá”, diz o trecho.

O tercho polêmico causou reação dos fãs, que perceberam que a voz não era de Suga e entenderam do que se tratava. De acordo com a colunista Lorena Bueri, do R7, ele fez uma Live na última sexta-feira (29) e comentou sobre a letra de What Do You Think ao descrever a música como “uma faixa que descreve sua raiva contra os odiadores maliciosos do passado”.

Além disso, ele revelou que sofreu por “colocar ou não está música”. Em seguida ele disse que na música passou por “muitas séries de reescritas”. Suga também contou que “as palavras eram originalmente mais fortes. Mas não é assim que me sinto agora“.

Posteriormente, o rapper disse em sua Live: “E se eu não tivesse revisado a letra, bem… Eu nem quero pensar nisso. Teria sido um choque enorme”.

O site diz que os fãs especularam que Suga utilizou a frase de Jim Jones por ele ser anti-sul-coreano e apoiar a ditadura da Coreia do Norte. Como se fosse uma crítica a Jim Jones para mostrar a ascensão da Coreia do Sul com o sucesso do K-Pop.



Segundo o portal AllKPop, a Big Hit Entertainment, empresa que agencia o grupo de K-Pop, pediu desculpas e revelou que removeu a parte polêmica em um relançamento da música. "A mixtape foi escolhida pelo produtor por causa de seu humor, ele não conhecia o orador ", afirma em comunicado.

+ Leia Mais: Jungkook, do BTS, e mais 3 astros do k-pop foram a balada que virou foco de coronavírus

"Pedimos desculpas por quem se sentiu desconfortável. Relançamos a música depois de remover essa parte. O artista também ficou envergonhado e se sentiu responsável pelo problema. Tomaremos isso como lição para revisarmos cuidadosamente nosso conteúdo", completa a nota. Confira a música com o trecho do polêmico discurso:

 

 


+ Itens para maratonar filmes em casa:

1. Pipoqueira Philco: https://amzn.to/3746SUt

2. Almofada porta-pipoca: https://amzn.to/2sxJ0JK

3. Smart TV LED Panasonic: https://amzn.to/38kZXGr

4. Fire TV Stick: https://amzn.to/30xAnLH

5. Home Theater Philco: https://amzn.to/38hufKl

6. Poltrona reclinável, K.R. Móveis: https://amzn.to/2Nz93Yi

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a Exitoína pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Exitoína agora está no Telegram! Você quer ficar por dentro de todas as novidades? Acesse https://t.me/exitoinabrasil e não perca mais nada!