Exitoína
Facebook ExitoínaTwitter ExitoínaYoutube ExitoínaInstagram ExitoínaTelegram Exitoína
Música » LISTA

10 artistas brasileiros negros que você precisa conhecer

Confira lista de nomes para incluir na sua playlist!

Bruna Calazans Publicado em 03/06/2020, às 17h18 - Atualizado às 19h43

Mahmundi, Xênia França e Majur
Mahmundi, Xênia França e Majur - Instagram

A discussão sobre racismo ganhou mais força nas redes sociais nos últimos dias após a trágica morte de George Floyd nos Estados Unidos, que foi vítima da brutalidade policial. Famosos no mundo inteiro passaram a usar sua voz para comentar sobre o assunto, dando força ao movimento Black Lives Matter (Vidas Negras Importam).

Dentre os temas levantados por pessoas negras envolvidas na militância racial, está a importância de consumir conteúdo produzido por negros, como música, filmes e séries. Isso é uma prática que é capaz de trazer mais visibilidade para este grupo de pessoas que, no Brasil, representa mais de 50% da população.



+Leia mais: Celebridades pagam a fiança dos manifestantes de Minnesota que protestam por homem negro morto pela polícia

Pensando nisso, produzimos uma lista especial com 10 nomes de artistas brasileiros que você precisa conhecer. Confira:

Xênia França

Nascida no Recôncavo Baiano, Xênia França é uma cantora e compositora que também possui uma trajetória como modelo. Ela participou das gravações do EP Sua Mina Ouve Meu Rep Tamém e do disco Emicídio, lançados em 2010 pelo Emicida.

Já em 2011, Xênia entrou para uma banda chamada Aláfia e passou a se consolidar na carreira musical. Em 2017, ela entrou de cabeça na trajetória solo e lançou o disco Xenia, que recebeu uma indicação ao Grammy Latino de 2018 nas categorias Melhor Álbum Pop Contemporâneo e Melhor Canção em Língua Portuguesa (com Pra Que Me Chamas?).


Mahmundi

A carioca Mahmundi é dona de três álbuns de estúdio, um deles tendo sido lançado recentemente. Ela já participou da banda Velho Irlandês, mas decidiu investir na carreira solo em 2012, quando lançou de forma independente o EP Efeito das Cores.

No ano de 2014, ela foi a grande vencedora do Prêmio Multishow de Música Brasileira, onde concorria na categoria Nova Canção (Superjúri) com o hit Sentimento.

Seu disco de estreia autointitulado chegou em 2016. Seguido dele, Mahmundi lançou Para Dias Ruins em 2018 e Mundo Novo neste ano.

+Leia mais: Incluindo Luta por Justiça, com Michael B. Jordan, conheça 5 filmes que retratam a brutalidade policial contra negros nos EUA


Luedji Luna

Nascida em Salvador, Bahia, Luedji Luna é uma cantora e compositora que mistura em suas músicas jazz, blues e MPB. Além disso, as letras da artista falam sobre assuntos como feminismo, preconceito racial e empoderamento feminino, em especial da mulher negra.

Seu primeiro disco de estúdio, Um Corpo no Mundo, foi lançado em 2017. Um dos singles mais conhecidos da artista é a música Acalanto, que ela chegou a apresentar no projeto Colors. 


Tássia Reis

A rapper Tássia Reis iniciou sua jornada na carreira musical com o EP autointiulado lançado em 2014. Dois anos depois, ela lançou o disco de estreia Outra Esfera, onde a cantora emplacou os singles No Seu Radinhho e Se Avexe Não.

Já em 2019, Tássia foi aclamada pela crítica especializada e teve seu disco Próspera considerado como um dos melhores do ano pela Associação Paulista de Críticos de Arte.

+Leia mais: Ncuti Gatwa comemora a importância de seu personagem Eric, de Sex Education, para negros e gays


MC Tha

MC Tha já provou ser uma artista repleta de versatilidade. Ela inicou sua carreira aos 15 anos, quando se apresentava em bailes funks de São Paulo como MC.

Em 2014, ela retornou para a cena musical com o single Olha Quem Chegou, produzida por Jaloo, onde misturava funk com melody A faixa veio acompanhada de um clipe e lançou a artista no mundo.

O primeiro disco de MC Tha, Rito de Passá, foi lançado em 2019 e conta com os singles Abram os Caminhos e Coração Vagabundo.


Drik Barbosa

Adriana Barbosa é uma rapper brasileira conhecida como Drik Barbosa, uma das revelações do gênero no Brasil. Em 2018, lançou seu primeiro EP, intitulado Espelho.

Antes disso, ela já havia emplacado hits como Pra eternizar, Não é mais você e Deixa eu te levar. Seu primeiro álbum, o Drik Barbosa, foi lançado no ano seguinte e recebeu uma ótima avaliação do público.


Rico Dalasam

Rico Dalasam é um cantor, compositor e rapper brasieliro assumidamente homossexual. Além da carreira musical, ele também é um representante da comunidade LGBT no movimento intitulado como 'queer rap'.

Seu disco de estreia, o Orgunga, foi lançado em 2016, onde ele faz referência às palavras "orgulho, negro e gay". Ele também ficou conhecido ao fazer uma parceria com Pabllo Vitar na música Todo Dia.

Há cerca de uma semana, ele lançou o EP Dolores Dala Guardião do Alívio, com cinco músicas inéditas e parceria de nomes como Dinho Souza e Mahal Pita.

+Leia mais: Daniel Kaluuya, astro de Corra!, diz que não conseguia papéis na Inglaterra devido ao racismo


Tuyo

Tuyo é um trio formado por Lay e Lio (que são irmãs), e Jean (namorado da Lio). Eles trabalham com o estilo folk futurista, que mistura violão, sintetizadores e letras emotivas. As irmãs, inclusive, já participaram do reality musical The Voice Brasil, em 2016.

A banda de Curitiba lançou um EP intitulado Pra Doer em 2017, quando conseguiu emplacar os hits Solamento e Amadurece e Apodrece. O primeiro disco do trio, Pra Curar, chegou em 2018 e conta com os singles Me Leva e Cuidado.

Caio Prado

Formado na Escola de Música Villa Lobos, um dos centros de referência no ensino de música, Caio Prado é um cantor carioca que usa suas músicas como forma de falar sobre assuntos como machismo, homofobia e racismo.

Em 2014, lançou o disco Variável Eloquente que foi seguido do Incendeia, de 2018. Um dos singles mais conhecidos da carreira de Caio é a música Não Recomendado.


Majur

Nascida em Salvador, Bahia, Majur é uma das novidades da música brasileira. Ela faz uma mistura de R&B e MPB, e aborda temas como relações afetivas e empoderamento em suas canções.

Ficou conhecida como uma das artistas convidadas na música AmarElo, parceria de Emicida e Pabllo Vittar. Em 2019, lançou seu primeiro single solo, intitulado 20Ever. Já em novembro do mesmo ano, Majur apostou em um clipe para o single Náufrago, segunda faixa de seu EP de estreia.

 

 


4 livros para quem ama música

1. O livro da música clássica: https://amzn.to/2pDCCiD

2. O Livro dos Mortos do Rock: https://amzn.to/2rekc8C

3. Como Ouvir e Entender Música: https://amzn.to/2D73jQ4

4. O que é rock: https://amzn.to/2ObVSxr

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a Exitoina pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Exitoína agora está no Telegram! Você quer ficar por dentro de todas as novidades? Acesse https://t.me/exitoinabrasil e não perca mais nada!