Exitoína
Facebook ExitoínaTwitter ExitoínaYoutube ExitoínaInstagram ExitoínaTelegram Exitoína
Música » diva

Conheça Lizzo, que canta sobre empoderamento e se apresentou no MTV Movie & TV Awards

Cantora se apresentou pela primeira vez em uma premiação televiosionada, cantando o seu hit 'Juice'

Redação Digital Publicado em 18/06/2019, às 09h17 - Atualizado às 11h25

A cantora Lizzo.
A cantora Lizzo. - Reprodução/Instagram

Na noite de ontem (17), rolou a premiação da MTV que reconhece os maiores sucessos da televisão e do cinema: o MTV Movie & TV Awards.

Com a apresentação de Melissa McCarthy, Tiffany Haddish e Elisabeth Moss (que ganhou um prêmio por sua performance em The Handmaid's Tale), a noite também premiou Game of Thrones, Vingadores: Ultimato e Lady Gaga por Nasce Uma Estrela.

A premiação também teve apresentações musicais, como a cantora Lizzo, que apresentou seu hit Juice.

Lizzo está fazendo barulho desde que estreou na música, mas agora, com o seu álbum Cuz I Love You, ela está estourando de vez.

Por isso, separamos aqui o principal que você precisa saber sobre a cantora que canta sobre empoderamento e amor próprio, assim como as faixas que você tem que colocar na sua playlist o mais rápido possível.

Quem é Lizzo?

Nascida com o nome de Melissa Jefferson em Detroit e crescida em Houston, nos Estados Unidos, a cantora Lizzo começou seu contato com a música ouvindo sucessos gospel e muita Beyoncé.

Com influência do melhor da música gospel norte-americana e do hip-hop, surgiu a cantora alternativa Lizzo, que canta sobre política, empoderamento e luta por causas sociais. Afinal, ela é mulher, negra e gorda - e já sentiu muito na pele da opressão da sociedade machista, racista e gordofóbica em que vivemos.

O primeiro álbum dela foi lançado em 2013, o ótimo Lizzobangers, com mensagens sobre gênero, raça e política. 

Em 2015, Lizzo lançou seu segundo disco, chamado Big GRRRL, Small Word.

Mas foi o terceiro, Cuz I Love You, que a fez ser conhecida no mundo inteiro. O disco foi lançado em abril deste ano e já possui mais de 33 milhões de exibições apenas no hit Truth Hurts.

A cantora de hip hop alternativo fez recentemente uma parceria com a cantora Charli XCX (que deve entrar no álbum de Charli), chamada Blame It On Your Love.

A cantora de músicas sobre empoderamento e amor próprio

Para Lizzo, sua música é importante também para mostrar positividade sobre todos os tipos de corpos.

Em uma entrevista para a Billboard em março de 2015, ela disse que "todo mundo está procurando por um artista que ofereça mais do que apenas música".

"E a mensagem de estar confortável na minha própria pele é a razão número um para mim", ela conta. "É tipo, 'ela está confortável em seu próprio corpo, posso ouvir a música dela e fingir que eu também me sinto assim por um segundo'. É isso que eu escuto de várias garotas. Elas dizem: 'Obrigada por fazer música sobre aceitação do seu próprio corpo e obrigada por ser você'. Isso me ajuda a me sentir confortálve [na minha própria pele]."

As músicas

Entre os maiores sucessos de Lizzo, estão Truth HurtsJuice, Good As HellLike a Girl Soulmate.

Em Truth Hurts, ela canta sobre superação de um relacionamento antigo: "Você deveria me ajudar, mas está apenas me atrasando."

Já em Juice, Lizzo fala sobre amor próprio e postividade sobre seu próprio corpo: "Se eu estou brilhando, todo mundo vai brilhar / Eu nasci assim, nem precisei tentar / Eu sou tipo chardonnay, fico melhor com o tempo / Ouvi você dizer que eu não sou a mulher, você mentiu."

Sobre se sentir confortável na própria pele e não depender do amor dos outros (pois ela tem o seu), ela escreveu Good As Hell: "Estou cansada de tanta besteira / Tire a poeira do seus ombros, tem que continuar a se mexer / Sim, Senhor, estou tentando umas coisas novas (...) Eu sei que é difícil, mas você tem que tentar / Se você quer um conselho, vou simplificar: se ele não te ama mais, leve essa bunda linda pra fora".

Em Like a Girl, Lizzo faz uma referência a expressão machista de usar "jogue como uma garota" como xingamento, transformando a frase em um hino de empoderamento:

"Acordei sentindo que posso me candidatar à Presidência
Mesmo que não haja nenhum procedente, mudando a mensagem
Eu vou adicionar um pouco de estrogênio
Compro as minhas coisas para mim mesma
Pago meu aluguel para eu mesma
(...)
Me sentindo a chefona na minha própria cidade
Pois eu a domino como uma garota
Lidero ela como um garota"

Ela fala ainda mais sobre o amor próprio em Soulmate, em que canta sobre ser a sua própria alma gêmea:

"A  antiga eu costumava amar um geminiano
Como um ménage, transando com ele toda noite
Muitas pessoas de duas caras me mostrando as duas faces
Então eu percebi que preciso ser meu próprio tipo

Eles disseram que para conseguir um homem, você precisa saber se vestir
Eles disseram que para manter um homem, você precisa saber cozinhar
Mas eu estou sozinha em Solo, tomando Soju em Malibu
Em uma atitude bem eu e eu mesma

Porque eu sou minha própria alma gêmea
Eu sei como me amar
Eu sei que sempre vou me ajudar
Sim, eu sou minha própria alma gêmea
Não, nunca estou sozinha
Eu sei que sou uma rainha, mas não preciso de uma coroa
Olhando para o espelho tipo 'caraca, ela é a mulher da minha vida'.

E ela nunca me manda ir pra academia
Nós sempre pedimos fritas extras
E você sabe que o sexo é ótimo
E eu preciso dizer:
Eu vou casar comigo mesma um dia

Amor próprio não é algo que você pode comprar para você
Amor próprio finalmente acontece quando você está consigo mesma
Então se você está consigo mesma, vai e compre para você
Uma garrafa de bebida bem cara".

Ela já cantou com Prince

Um fato curioso sobre a cantora é que ela já participou de uma faixa de Prince, Boytrouble. "Mas eu nunca conheci ele pessoalmente", lamentou Lizzo, na entrevista para a Billboard.

Ela disse que os dois apenas conversaram por telefone, mas pelo menos tem o nome Prince no currículo, né?

Representatividade e lutas sociais

Lizzo é um ícone feminista, fazendo música num gênero que é dominado por homens, como ela disse na entrevista para a Billboard: "Eu fico feliz que sou uma mulher. Fico feliz em ser uma rapper porque eu posso falar pelas pessoas que não tiveram espaço de fala neste gênero."

Além de defender a representatividade na música e usar seu espaço para ser um exemplo para garotas e mulheres fora do padrão no mundo tood, Lizzo também usa esse espaço para abordar outros temas importantes.

Um dos assuntos recorrentes de Lizzo em seus shows é o movimento Black Lives Matter, que luta por igualdade nos Estados Unidos e o fim da violência racial no país norte-americano, responsável pela morte de milhares de jovens negros por ano.

No mesmo vídeo, ela também tomou a frente para falar em prol das mulheres trans e da luta pela igualdade.

Ela também costuma se apresentar em eventos LGBTQ+, como o GLAAD Awards, além de sempre se mostrar como uma aliada da comunidade nas suas redes sociais e nos seus shows.

++ Mesmo dividindo público no final, 'Game of Thrones' ganha MTV Movie & TV Awards de melhor série

Primeira vez num evento televisionado

Como dito ali em cima, o MTV Movie & TV Awards foi a primeira apresentação em que Lizzo se apresentou que foi exibida na televisão.

Na apresentação, é possível ver Jaden Smith curtindo o show e dançando junto.

Na hora da dança, ela mostra que tem até mais fôlego que muita cantora magra e que, na sua equipe, algumas dançarinas também são gordas - mostando que isso não as impede nem um pouco de arrasar na dança.

Confira a performance da Lizzo de Juice no MTV Movie & TV Awards:

Exitoína agora está no Telegram! Você quer ficar por dentro de todas as novidades? Acesse https://t.me/exitoinabrasil e não perca mais nada!