Exitoína
Facebook ExitoínaTwitter ExitoínaYoutube ExitoínaInstagram ExitoínaTelegram Exitoína
Música » É TRETA!

Retrospectiva: As maiores brigas da década de 2010 no mundo da música pop

Taylor Swift, Nicki Minaj e Anitta estão entre as mais briguentas da década

Henrique Nascimento Publicado em 08/01/2020, às 10h31

Taylor Swift, Nicki Minaj e Anitta se meteram em diversas tretas na década de 2010
Taylor Swift, Nicki Minaj e Anitta se meteram em diversas tretas na década de 2010 - Instagram

Brigas no mundo da música são normais e a década de 2010 não passou incólume: teve treta o suficiente para alimentar os anseios dos mais sanguinários ou deixar de cabelo em pé os fãs mais apaixonados dos envolvidos.

Uma delas durou quase a década toda e os fãs já não viam mais o fim da intercalação até que, subitamente, ela chegou ao fim. Outra durou apenas alguns segundos - pelo que sabemos -, mas faz as pessoas especularem sobre o que realmente aconteceu até hoje.

+ Leia mais: Além de Linn da Quebrada: cantoras trans e negras para não tirar da playlist em 2020

Também teve briga entre brigas entre divas pop; briga intercontinental, entre uma apresentadora infantil brasileira e um jovem cantor canadense; um arranca-rabo entre rappers em uma festa em Nova York; e uma artista brasileira que parece não conseguir ficar perto de alguém muito tempo sem se desentender.

Encerrando o ano, montamos uma lista com algumas das maiores brigas da década de 2010 e espera que, nos próximos anos, as coisas sejam um pouco mais pacíficas (ou não, e, nesse caso, a gente já está estourando a pipoca para assistir às próximas tretas). Confira:

+ Leia mais: Muito além de Pabllo Vittar e Gloria Groove: Conheça mais drags queens brasileiras que cantam

Taylor Swift x Katy Perry

(Instagram)

 

Taylor Swift e Katy Perry estiveram brigadas pela maior parte da década: o embate teria começado quando Katy contratou para a sua turnê três dançarinos que já trabalhavam com Taylor. Ofendida, a loira teria escrita o sucesso Bad Blood, do álbum 1989, para uma rival que teria tentado prejudicar sua carreira. Na letra, ela manda o recado: “Olha o que você fez, porque, meu bem, agora nós temos uma rixa!”.

Katy não deixou barato e, em 2017, lançou suas armas contra Taylor com a música Swish Swish, onde cantava: “Não perco o sono, não preciso de opiniões de uma recalcada ou uma maria vai com as outras. Não mexa comigo. Não, não hoje”.

No entanto, quando as coisas pareciam não ter mais jeito, eis que Taylor e Katy deixam suas diferenças de lado da forma mais fofa: no clipe de You Need To Calm Down, do álbum mais recente de Taylor, Lover, a cantora aparece vestida em uma fantasia de batata-frita, aparentemente perdida, como se uma parte de si estivesse faltando. É então que aparece Katy, vestida em uma fantasia de hambúrguer… Afinal, o que combina mais do que hambúrguer e batata-frita?

+ Leia mais: Livros brasileiros sobre o universo LGBTQIA+ no país

Taylor Swift x Kanye West e Kim Kardashian

(Instagram)

 

Taylor Swift acabou se envolvendo em outra briga. Na década de 2000 aconteceu um dos atritos mais memoráveis do mundo da música: em 2009, durante o Video Music Awards, Kanye West subiu ao palco da premiação para dizer que a estatueta que Taylor Swift havia acabado de receber deveria ter sido de Beyoncé.

Eventualmente, os artistas resolveram a situação constrangedora, mas em 2016, ao lançar o álbum The Life of Pablo, Kanye West se encrecou mais uma vez e, na ocasião, envolveu até a esposa, a socialite Kim Kardashian.

Em um trecho da música Famous, Kanye canta: "Eu sinto como se eu e Taylor ainda pudéssemos fazer sexo, porque eu fiz aquela vadia ficar famosa". Acusado de ser misógina, a canção não caiu bem e causou mal estar. Taylor disse ter ficado chocada e avisou ao rapper sobre o lançamento da música, dizendo que não aprovou a menção de seu nome.

Foi então que Kim entrou na briga e jogou na Internet a gravação de um telefonema entre Kanye e Taylor onde a cantora supostamente teria aprovado a canção. Chateada, Taylor rebateu, reprovando a gravação da conversa e a posterior exposição e dizendo para o casal provasse que ela tinha aprovado a música. E então declarou:

"Eu queria que nós tivéssemos uma relação amigável. Ele prometeu tocar a música para mim, mas ele nunca fez isso. Eu queria ser solidária ao Kanye no telefonema, você não pode 'aprovar' uma música que você não ouviu."

+ Leia mais: Kylie Minogue, Harry Styles e Taylor Swift: Os artistas internacionais já confirmados no Brasil em 2020

Solange Knowles x JAY Z

(Instagram)

 

Em 2014, um vídeo em que Solange Knowles, irmã de Beyoncé, aparecia agredindo o cunhado JAY-Z surgiu nas redes sociais e causou muito burburinho. Todo mundo estava doido para saber o que aconteceu, mas a família, sempre muito reservada, manteve um silêncio sepulcral sobre o caso. Tudo o que os fãs puderam fazer foi teorizar.

As coisas começaram a tomar forma quando Beyoncé lançou o álbum visual Lemonade, em 2016, com a música Sorry, que os fãs entenderam se tratar de uma suposta traição de JAY Z. Em um trecho da música, após cantar que, caso "tente essa m*rda de novo, perderá a sua esposa", Beyoncé continua: “É melhor ele ligar para a Becky com o cabelo bom”. Os rumores ficaram no ar, mas nada foi confirmado mais uma vez.

No ano seguinte, foi a vez de JAY Z colocar mais lenha na fogueira e praticamente confirmar o que havia resultado na briga com Solange. Na música 4:44, de seu álbum homônimo, há um trecho em que o rapper diz: “Quão bom é fazer um ménage à trois quando você tem uma alma gêmea?”. Os fãs, é claro, entenderam que ele falava da traição.

A música é seguida por Family Feud, uma parceria com Beyoncé que, em português, seria traduzida como “Briga de Família”. Na letra da música, o rapper canta: “É, eu estrago as coisas boas se me deixarem. Me deixe em paz, Becky.” É preciso dizer mais alguma coisa?

+ Leia mais: Linn da Quebrada, Rogéria e outros ícones LGBTQIA+ brasileiros que tiveram suas histórias contadas em documentários

Lady Gaga x Madonna

(Instagram)

 

A briga entre as divas pop Madonna e Lady Gaga começou em meados de 2011, quando Gaga lançou seu segundo álbum, Born This Way. Muitos acreditaram que a faixa-título do álbum soava muito com Express Yourself, sucesso de Madonna do álbum Like a Prayer, lançado em 1989, incluindo a própria rainha do pop.

Em sua turnê MDNA World Tour, a cantora chegou a alfinetar Gaga ao misturar as duas canções ao vivo, comparando a sonoridade das duas músicas. Em um dos seus shows, Gaga respondeu à rainha falando sobre a importância de Born This Way para a comunidade LGBTQIA+ e acrescentou:

"Eu quero que vocês saibam que eu nunca vou querer ser sua rainha. Nunca me peçam isso. Não me chamem de rainha. Eu sou vocês. Eu sou igual a vocês, que trabalha muito e fala a verdade". Assista:

O desentendimento das artistas durou alguns e, inclusive, foi parar no documentário de Lady Gaga para a Netflix, Gaga: Five Foot Two, de 2017, onde a cantora expressou seu desapontamento com Madonna, uma artista que sempre admirou:

"Apesar de todo o respeito que tenho por ela como artista, não consigo entender o fato de ela não querer olhar nos meus olhos e dizer que sou simplista", diz a atriz, em certo momento do filme. "Dizer que eu sou um lixo pela mídia é como um cara passar um bilhete por um amigo dizendo que a acha linda."

Apesar de tudo, parece que a paz entre as duas foi selada neste ano de 2019: em fevereiro, após Lady Gaga ganhar o Oscar de Melhor Canção Original por Shallow, do filme Nasce Uma Estrela, Madonna publicou uma foto fofa ao lado da ex-rival (?) com a legenda: "Não mexa com garotas italianas!".

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Don’t Mess with Italian Girls......,,..,,,,,,,🖤 @ladygaga #winner #starisborn #oscar #theparty 🎉🎉🎉🎉🎉🎉🎉🎉🎉@jr

Uma publicação compartilhada por Madonna (@madonna) em

 

+ Leia mais: O ano de Taylor Swift: Entre polêmicas e novo disco, cantora foi o maior nome da música pop em 2019

Xuxa x Justin Bieber

(Instagram)

 

Em passagem pelo Brasil em 2013, o cantor Justin Bieber decidiu fazer o que desse na telha: pichou o muro de um hotel no Rio de Janeiro, maltratou fãs e até deixou o palco antes de finalizar seu show, após uma garrafa de água ser jogada em sua direção. A postura do ídolo teen incomodou a muitos, incluindo Xuxa, a Rainha dos Baixinhos.

Indignada, a apresentadora escreveu um textão em seu Facebook, onde se referia ao artista apenas como B: "Como um garoto mimado vem no nosso país, ignora pessoas que passaram dias, tarde e noites esperando para vê-lo ou ouvi-lo… Ou quem sabe na esperança tirar uma foto, seguindo o carro, pra mostrar o carinho, o amor pelo tal B e receberam cuspida, sinal feio, biquinho…"

"Um 'artista' que abandona o palco sem terminar o show… pichou nossos muros, saiu de cabeça coberta de um lugar público, queria andar na beira da praia MAS não queria ser incomodado?!!???”, ainda disse.

Apesar do cantor não responder às críticas de Xuxa, que chegou a insinuar que ele fosse gay chamando-o, preconceituosamente, de "b... inha", os fãs de Justin não deixaram barato e atacaram a apresentadora. Ao invés de tentar colocar panos quentes na situação, Xuxa provocou ainda mais ao encerrar a conversa: "Continuo achando este B um ser drogado, mal resolvido e mal educado!"

+ Leia mais: Filmes sobre ativistas LGBTQIA+ que você precisa assistir

Nicki Minaj x Cardi B

(Instagram)

 

Treta e Nicki Minaj são praticamente sinônimos: a rapper já peitou Miley Cyrus ao vivo durante uma premiação; já acusou Travis Scott de usar a filha Stormi Webster, fruto do relacionamento com Kylie Jenner, para conseguir que seu álbum fosse mais ouvido que o dela; disputou com Lil Kim a posição de rainha do rap; além das constantes brigas com Mariah Carey quando as duas foram juradas do American Idol, rolando até, dizem, ameaças de morte… E por aí vai a rapper construindo uma longa lista de tretas.

Mas essas pouco se comparam à briga entre Nicki e Cardi B, que realmente chegou às vias de fato, durante uma festa na Semana de Moda de Nova York. O tumulto teria surgido durante uma apresentação de Christina Aguilera no evento. Ninguém soube muito o que aconteceu na hora, mas os comentários que se seguiram à confusão diziam que Nicki Minaj teria falado mal da filha recém-nascida de Cardi B, o que teria deixado a rapper revoltada, fazendo com que atacasse Nicki.

Nicki teria revidado jogando um sapato em Cardi, que não a acertou, fazendo com que um segurança da rapper decidisse dar uma cotovelada em Cardi. No fim da noite, a dona do hit Bodak Yellow deixou a festa com o vestido rasgado e um galo na cabeça.

Assista a vídeos da briga:

+ Leia mais: Atores e atrizes trans que arrasam em séries americanas

Anitta x Maluma, Simaria, Iggy Azalea, Pabllo Vittar, Ludmilla…

(Instagram)

 

A brasileira Anitta parece carregar uma maldição: após colaborar musicalmente com alguém, parece impossível para a artista continuar se entendendo com aquela pessoa.

Nenhuma das brigas foram muito esclarecidas, apenas rumores alimentaram as tretas, mas a verdade é que: depois de cantar Sim ou Não com o colombiano Maluma (e até surgirem alguns boatos de que os dois teriam se envolvido romanticamente), Anitta brigou com o colega. Depois, ao colaborar em Loka com as irmãs Simone e Simaria, a cantora se desentendeu com Simaria.

Nos primeiros passos da carreira internacional, Anitta gravou a antecipada Switch com a rapper Iggy Azalea, mas depois do videoclipe da música vazar antes do esperado, a rapper não quis mais saber da brasileira. Ela, no entanto, já negou a briga e alegou que a rixa seria entre fãs das duas.

+ Leia mais: Pabllo Vittar faz história e abre o MTV EMA como a primeira artista brasileira e drag queen a se apresentar na premiação

Outros sucessos internacionais também renderam brigas para Anitta: após gravar Sua Cara com Pabllo Vittar, música do grupo Major Lazer, as cantoras se desentenderam por um suposto aumento no cachê cobrado pela drag queen para fazer seus shows, já que estava bem mais famosa. Há também quem diga que Pabllo, na verdade, devia uma grana para Anitta por causa da gravação do clipe da música, que aconteceu no Marrocos. Não se sabe a verdade, mas as cantoras não se falam mais.

Por fim, a última briga da artista foi com a funkeira Ludmilla: após finalmente colaborarem, depois de anos dos fãs implorando por uma parceria, as cantoras se desentenderam por conta da autoria da música Onda Diferente, parceria entre elas e o rapper Snopp Dogg, presente no álbum Kisses, de Anitta. Pronto, fim da amizade.

E agora? Os últimos lançamentos musicais de Anitta foram com Marília Mendonça, Lexa, Luísa Sonza, MC Rebecca, banda Melim e MC Cabelinho… Será que já tem briga pronta para 2020?

 


+ Não é segredo que a música une pessoas. Quer se sentir ainda mais perto da sua banda preferida? Então dá uma olhada nessa lista. Separamos 5 produtos de bandas incríveis para você montar seus looks.

  • Camiseta Coldplay: Se você ama a música The scientist do Coldplay, essa camiseta vai virar uma das suas queridinhas. - https://amzn.to/37BruEk
  • Camiseta Arctic Monkeys: Fã do Arctic Monkeys? Então dá uma olhada nessa camiseta da banda! Ah, e ela vem em 3 cores para você escolher a que tem mais a sua cara! - https://amzn.to/2se5XRH
  • Camiseta infantil The Doors: Achou que seu bebê ia ficar de fora? Claro que não! Com essa camiseta do The Doors, os papais fãs da banda podem compartilhar um pouquinho da sua paixão com os pequenos. https://amzn.to/33ivgij
  • Camiseta Queen: Se o hit We Will Rock You está toda hora na sua cabeça (e na sua playlist), esse produto é para você! - https://amzn.to/2ro8msN
  • Body Beatles: Atenção, papais amantes de The Beatles! Esse body com estampa de um dos hits mais famosos da banda vai deixar seu bebê suuper estiloso. - https://amzn.to/33ium5p

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Exitoína pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.


Exitoína agora está no Telegram! Você quer ficar por dentro de todas as novidades? Acesse https://t.me/exitoinabrasil e não perca mais nada!