Exitoína
Facebook ExitoínaTwitter ExitoínaInstagram Exitoína
Música » Antes de 2019

VMA: As 10 apresentações mais icônicas da história da premiação

De performance com cobra até anúncio de gravidez, relembre as apresentações que marcaram a história do VMA

Saulo Tafarelo Publicado em 18/08/2019, às 09h51 - Atualizado em 19/08/2019, às 09h51

None
- Britney, Gaga e Madonna figuram entre as estrelas com apresentações mais icônicas (Reprodução/YouTube)

O Video Music Awards é uma das premiações mais icônicas, polêmicas e badaladas da indústria do entretenimento. Com 36 anos de tradição, desde 1984 a premiação da MTV norte-americana celebra os expoentes e já consolidados artistas do meio musical, ao ser focado nos melhores vídeoclipes do ano. 

A edição 2019 do evento está próxima e acontece no dia 26 de agosto, ao prometer ser mais uma das edições com grandes artistas mundiais que movimentam o meio musical e artístico.

Em sua 36ª edição, Taylor Swift e Ariana Grande são os grandes nomes que lideram as indicações às estatuetas. Além delas, nomes como Billie Eilish e Lil Nas X são os artistas revelação do pedaço que vem abalando o mundo com seus vídeoclipes e composições que fogem do óbvio, além de serem escalados para se apresentarem ao vivo. 

++Taylor Swift e Ariana Grande lideram as indicações ao VMA 2019; veja a lista completa

Ao longo dos anos, alguns dos momentos mais marcantes da cultura pop mundial aconteceram no palco do VMA. Anúncio de gravidez da Beyoncé, cobra no meio da performance da Britney, homenagem ao Rei do Pop e várias outras apresentações de divas pop são momentos que serão lembrados para sempre. 

Ao contrário de outras premiações da indústria, a premiação da MTV se destaca por ser um dos eventos mais tradicionais e também mais democráticos tanto para o público tanto para os artistas na indústria.

A rapper Missy Elliott foi anunciada como a grande homenageada do evento, a qual receberá o Michael Jackson Video Vanguard Award, estatueta que celebra os ídolos que fizeram grandes carreiras nesta indústria. Uma performance inédita da rapper é esperada, assim como Jonas Brothers, Rosalía, Lizzo, Shawn Mendes, Camila Cabello e outros realizarão performances que prometem ser para lá de enérgicas. 

++De Lil Nas X a Rosalía, você já conhece todos os indicados a artista revelação do VMA 2019?

Com tantos artistas de peso marcando presença na premiação, torcemos para que a edição deste ano seja recheada de apresentações icônicas que serão imortalizados no mundo do entretenimento.

Para se preparar para a premiação, relembre a seguir os momentos mais icônicos da história do VMA.

10. Janet Jackson e a homenagem ao irmão Michael Jackson

A edição de 2009 do VMA foi uma das mais comentadas e polêmicas da história da premiação. Mas, para além de tudo isso, momentos igualmente emocionantes deixaram o público com saudades de Michael Jackson, que morreu em junho daquele ano. A premiação ocorreu em setembro, mais de um mês depois da morte do artista, e sua irmã Janet Jackson e Madonnasubiram ao palco para abrir a edição do VMA em uma forma de tributo ao Rei do Pop.

Madonna iniciou o evento com um discurso simples e sóbrio, que falava de seus momentos com Michael. “Ele era único, ele era o Rei”, afirmou Madonna. Após suas palavras, dançarinos encarnaram clássicos do artista como Thriller, Bad e Smooth Criminal.

Janet Jackson logo subiu ao palco para cantar Scream, hit clássico gravado por ela e pelo irmão na década de 1990. Ela estava visivelmente emocionada e imitou alguns passos de dança de Michael. Ao final, foi apresentada uma prévia do documentário This Is It, que estrearia nos cinemas brasileiros em outubro daquele ano e contava com cenas da intimidade de Michael Jackson. 

 

9. Britney Spears e Gimme More em 2007

A cantora pop enfrentava muitos problemas durante a década de 2000, a qual enfrentou vício com drogas e chegou até a raspar a cabeça num sinal de rebeldia. De alguma forma, a apresentação dela em 2007 era esperada para ser um retorno triunfal da princesinha do pop, mas não foi isso que aconteceu. Visivelmente nervosa, ela "cantou" Gimme More com auxílio do playback e não conseguiu acompanhar a coreografia com êxito.

++Vaza demo inédita de Piece Of Me, de Britney Spears, na voz de Robyn

Na ocasião, a comediante Sarah Silverman, que apresentou a premiação daquele ano, fez até comentários para lá de constrangedores, dizendo que os filhos da cantora eram ''os errinhos mais fofos do planeta''. A apresentação foge do padrão de Britney, que sempre subiu ao palco do VMA em performances enérgicas e cheias de momentos icônicos. 

 

8. Twerk da Miley no VMA 2013

Em 2013, Miley Cyrus lançou o disco Bangerz, seu quarto álbum de estúdio, e mostrou uma drástica mudança ao mundo ao querer se livrar da imagem de Hannah Montana. Ela cortou os cabelos num estilo bem curto e começou a usar roupas mais curtas, que mostravam mais partes de seu corpo e de sua personalidade não conformada. Na edição de 2013 do VMA, Miley subiu ao palco dentro de um grande urso de pelúcia, que abriu suas escadas e revelou uma Miley com um macacão com estampa de ursinho. Mas não se engane: a cantora performou We Can’t Stop com direito a muita língua e ao twerk, movimento de dança em que se rebola e se mexe o bumbum que entrou para a história com a apresentação de Miley.

++Miley Cyrus está descontente com o VMA desse ano e diz que 'nem f...' estaria na premiação

À época, muitas pessoas recriminaram a artista alegando uma apresentação vulgar que quebrava com a imagem anterior infantilizada de Hannah Montana. Parece que deu certo, não é? Mas, além da apresentação chocante de Miley, o que chamou a atenção foi a reação dos famosos na plateia, com direito até a Drake, Rihanna e os garotos do One Direction olharem com cara de estranheza para a cantora. Ainda no palco, Robin Thicke se juntou a Miley para ambos performarem Blurred Lines, música do verão de 2013 nos Estados Unidos. A cantora tirou suas roupas e ficou apenas com as partes de cima no palco, como sutiã e calcinha. 

 

7. Nirvana e a polêmica de Lithium em 1992

Já cansados do sucesso de Smells Like Teen Spirit, a banda liderada por Kurt Cobain queria apresentar uma outra faixa: Rape Me. Porém, a produção da premiação vetou que os integrantes da banda tocassem a música, na qual a apresentação seria assistida pela platéia e por milhões de pessoas ao redor do mundo. Eles então chegaram a um consenso com a MTV e toparam performar Lithium, do álbum Nevermind. 

Porém, ao subirem ao palco, os integrantes começaram a tocar os primeiros versos de Rape Me, ao fazer uma graça com a produção da premiação. Durante a apresentação, alguns versos da música correta foram trocados por Kurt de uma maneira para lá de debochada. Enquanto isso, o baixista Krist estava insatisfeito com seu equipamento, e, num sinal de irritação, atirou-o para cima quase no fim da perfomance. O que ele não esperava era que o baixo atingiria sua própria cabeça, depois de calcular muito mal o momento de raiva, na qual a batida em sua cabeça o acabou desnorteando.

++7 covers recentes do Nirvana para relembrar Kurt Cobain, morto há 25 anos

Ele saiu cambeleando do palco, mas o bom é que o Nirvana voltou para a casa com os prêmios de Melhor Artista Novo em Vídeo e de Melhor Vídeo Alternativo. 

 

6. Beyoncé anuncia primeira gravidez no palco de 2011

Blue Ivy, filha de Beyoncé com Jay-Z, já era uma superestrela mesmo antes de nascer. Na edição de 2011 da premiação, Beyoncé soltou os vocais com uma apresentação para lá de incrível de Love On Top, música do álbum 4, e bem no finalzinho de sua performance ela soltou o microfone de suas mãos, desabotoou a camisa que estava vestindo e acariciou sua barriga, num anúncio de que estava grávida de sua primeira filha.

++Musical sobre as Destiny's Child está sendo produzido pelo pai da Beyoncé

Bem ao estilo Beyoncé, o anúncio fez com que o público da premiação fosse ao delírio, com direito até de Jay-Z e seu colega Kanye West aparecerem nas câmeras muito felizes e animados com a revelação. Lady Gaga, atrás deles, aparece ao lado de Tony Bennett comemorando o anúncio vestida como Jo Calderone, seu alter ego masculino. 

 

5. Madonna inaugura a premiação em 1984

A história de Madonna e do VMA andam lado a lado. A Rainha do Pop foi uma das artistas a se apresentar no primeiro VMA da história, lá em 1984, fazendo uma performance para lá de bombástica e polêmica de - nada mais nada menos - que Like A Virgin. Madonna, então com apenas 26 anos, subiu aos palcos do Radio City Music Halll, em Nova Iorque, vestida de noiva e com o cinto “Boy Toy”, uma de suas marcas registradas.

++Ausência de Madonna, Katy Perry e outros artistas em indicações ao VMA 2019 gera revolta nos fãs

Ao longo da performance, Madonna rolou pelo chão e revelou as ligas e as meias de seda que usava ao mesmo tempo que fazia movimentos com o corpo que faziam referência a gestos sexuais. A apresentação foi um dos marcos tanto da abertura do VMA quanto na carreira de Madonna, que foi alvo de muitas polêmicas após a apresentação. No entanto, quem levou para a casa o moonman, estatueta do prêmio, foi outra diva pop: Cindy Lauper com o hino Girls Just Wanna Have Fun. 

 

4. Lady Gaga e Paparazzi em 2009

Desde o início de suas participações no VMA, Lady Gaga sempre roubou a cena com suas performances fora da curva e looks polêmicos. Lá em 2009, a cantora estava em ascensão com o álbum The Fame e também com o single Paparazzi, o qual performou nos palcos da premiação e entrou para a história como uma das melhores performances já feitas no evento. A apresentação já começou icônica, com um palco enorme inteiramente montado que imitava a frente da casa em que o vídeoclipe da música foi feito.

++Novo álbum da Lady Gaga 'está incrível', provoca produtor

Ao longo da performance, a cantora andou de muletas e até uma dançarina de cadeiras de rodas fez parte da composição - ambas referências ao clipe de Paparazzi. Gaga, após um solo de piano, finaliza os versos da faixa enquanto sangra e é levantada por uma corda numa representação de sua própria morte. Fechando a apresentação com chave de ouro, sons dos flashes das câmeras dos paparazzi podem ser ouvidas enquanto simulam tirar fotos do seu próprio corpo. Logo no início da apresentação, Lady Gaga fez uma versão acústica de Poker Face em que falava: “Em meio a todas essas luzes eu rezo para que a fama não tire a minha vida.”

 

3. Britney Spears e a cobra em 2001

A princesinha do pop também é figura carimbada quando o assunto é VMA. Em pleno auge, a cantora subiu aos palcos da premiação em 2001 para apresentar seu mais novo single da época I’m A Slave 4 U. Com roupas para lá de sensuais e com uma caprichada coreografia, a performance continua sendo relembrada pelos animais que ajudaram a compor todo o cenário: uma cobra da espécie Python foi carregada por Britney na apresentação e até um tigre enjaulado foi levado ao palco para dar vida ao ambiente da apresentação que Britney queria passar.

Ela começou sua apresentação junto do tigre dentro da jaula, ao passo que saiu de lá, deu continuidade à performance e, em determinado momento, pegou a grande cobra amarela que estava junto de um de seus dançarinos. Ela dançou, rebolou e cantou por alguns instantes com a cobra em seu pescoço e mãos. Como era de se esperar, a memorável performance recebeu uma chuva de críticas até pela PETA, ong americana voltada ao direito dos animais. 

 

2. Madonna faz apresentação icônica em 1990

Não obstante, seis anos depois de abrir com chave de ouro o VMA, Madonna retornou aos palcos da premiação em 1990 para mais uma apresentação de encher os olhos. Desta vez, nada de (muitas) polêmicas. A Rainha do Pop apresentou seu sucesso Vogue junto de uma grande equipe de dançarinos, todos vestidos numa ambientação francesa do século XVIII, cuja inspiração em Maria Antonieta foi fortemente inspirada por Madonna. Ela apareceu caracterizada no estilo da Rainha, na qual seu vestido realçava demasiado seus seios. 

 

1. VMA 2003 - Madonna, Britney e Christina Aguilera

O Video Music Awards de 2003 foi e continua sendo uma das mais lendárias premiações do entretenimento ao estremecer o mundo pop. Por essa razão, ele figura como o número um dessa lista de melhores momentos da história do VMA, ao ter Madonna, Britney Spears e Christina Aguilera protagonizando cenas para lá de quentes em cima do palco.

Junto da rapper Missy Elliott, as cantoras performaram as músicas Like a Virgin, Hollywood e Work It. Britney Spears surgiu vestida de noiva em cima de um bolo falso gigante enquanto performava os primeiros versos de Like a Virgin. Logo em seguida, Christina Aguilera, também de noiva, apareceu para seguir com a canção, até que Madonna surgiu atrás do bolo vestida toda de preto ao começar a cantar Hollywood.

++Com Madonna, Miley Cyrus e Britney Spears: Relembre os momentos mais polêmicos do VMA

Ao final da canção, depois das três dançaram ao ritmo da música, Madonna deu um beijão em Britney e depois em Aguilera, protagonizando uma das cenas mais famosas do mundo pop de todos os tempos. Logo após, Missy Elliott se juntou às três para cantar Work It até o final da apresentação. Elas foram ovacionadas pelo público presente e fizeram a animação dos fãs ao redor do mundo.