Exitoína
Facebook ExitoínaTwitter ExitoínaYoutube ExitoínaInstagram ExitoínaTelegram Exitoína
News » CRIME

Estudante atacado por cobra naja exercia medicina veterinária de forma ilegal, diz MP

Pedro Henrique Krambeck foi preso nesta quarta-feira (29)

Redação Publicado em 29/07/2020, às 20h12

Imagem de uma cobra
Imagem de uma cobra - Pixabay

O estudante Pedro Henrique Krambeck, picado por uma cobra naja em 7 de julho, exercia ilegalmente a medicina veterinária, segundo o MPDFT (Ministério Público do Distrito Federal e Territórios), que se posicionou favorável à prisão temporária cumprida nesta quarta-feira (29) pela Polícia Civil do Distrito Federal. Ele é suspeito de integrar um esquema criminoso envolvendo tráfico de animais.

De acordo com a Prodema (Promotoria de Justiça de Defesa do Meio Ambiente e Patrimônio Cultural), fotos e vídeos obtidas pelo MP durante as investigações mostram que o estudante fazia cirurgia em uma serpente, o que poderia caracterizar o exercício ilegal da medicina veterinária.

O órgão também afirmou que foram apreendidas espécies da fauna silvestre, junto com animais exóticos, durante o cumprimento da prisão temporária.

+Leia mais: Estudante picado por cobra naja é preso em Brasília

O Ministério Público ainda afirmou que Pedro estaria agindo para atrapalhar as investigações do caso ao ocultar prova. Ele foi preso na quarta fase da operação Snake. Na terceira fase, Gabriel Ribeiro de Moura, amigo do rapaz, foi preso temporariamente.

 

Exitoína agora está no Telegram! Você quer ficar por dentro de todas as novidades? Acesse https://t.me/exitoinabrasil e não perca mais nada!