Exitoína
Facebook ExitoínaTwitter ExitoínaYoutube ExitoínaInstagram ExitoínaTelegram Exitoína
News » DESFECHO

Fiança de ex-policial que matou George Floyd é fixada em R$ 6 milhões

Derek Chauvin é acusado de asfixiar a vítima até a morte em ação

Redação Publicado em 09/06/2020, às 13h07

George Floyd com a filha e o ex-policial em ação contra a vítima
George Floyd com a filha e o ex-policial em ação contra a vítima - Instagram

O ex-policial Derek Chauvin, acusado de matar o segurança George Floyd asfixiado há duas semanas, teve sua fiança fixada durante uma audiência virtual na última segunda-feira (08). O valor determinado é de US$ 1,2 milhão, cerca de R$ 6,1 milhões, ou US$ 1 milhão, cerca de R$ 4,9 milhões, com condições. 

De acordo com o UOL, a audiência de 11 minutos foi feita por videoconferência da prisão onde o Chauvin está detido. A juíza Jeannice Reding, do condado de Hennepin, Minneapolis, nos EUA, agendou o próximo comparecimento do ex-policial para o dia 29 de junho.

Ele é acusado de homicídio culposo em segundo grau e assassinato em terceiro grau por ter pressionado o joelho no pescoço de Floyd por mais de oito minutos durante uma ação policial no último dia 25 de maio, motivada por uma denúncia de suposto uso de uma nota falsa, até que ele morresse asfixiado.

+ Leia Mais: Esposa de policial que matou George Floyd pede divórcio

As condições que diminuiram a fiança de Derek Chauvinde incluem cumprir as leis, fazer aparições futuras, não trabalhar com capacidade de segurança ou de aplicação da lei, além de entregar armas de fogo ou munições e qualquer permissão de armas de fogo e não deixar Minnesota nem ter nenhum contato com a família de George Floyd. A defesa do ex-policial não se opôs à proposta de fiança.

 

Exitoína agora está no Telegram! Você quer ficar por dentro de todas as novidades? Acesse https://t.me/exitoinabrasil e não perca mais nada!