Exitoína
Facebook ExitoínaTwitter ExitoínaYoutube ExitoínaInstagram ExitoínaTelegram Exitoína
News » FEMINICÍDIO

Homem mata a mãe de 70 anos a chutes e socos em apartamento no Rio de Janeiro

O crime aconteceu em um condomínio na Barra da Tijuca

Redação Publicado em 08/06/2020, às 16h49

Filho mata mãe a chutes e socos
Filho mata mãe a chutes e socos - Pixabay

Um homem de 30 anos foi preso em flagrante por policiais da Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) acusado de matar a prórpria mãe, de 70 anos.

De acordo com o Jornal Extra, o feminicídio aconteceu em um condomínio à beira-mar na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Agentes que participaram da ação informaram que Lucia Regina Gomes Alves foi morta a socos e chutes dentro de seu apartamento após uma discussão com o filho.

O criminoso não morava com a vítima e foi localizado em outro imóvel da família, onde estava escondido, ao ser detido. As causas do crime ainda são desconhecidas e estão sendo apuradas.

Uma moradora do condomínio Barrabella In, que mora com dois filhos pequenos, contou ao site sobre ter ficado apavorada com a movimentação após o ocorrido. "O vizinho do apartamento de cima começou a gritar. Eu perguntei a ele o que estava acontecendo", relatou.

"Ele disse que um homem estava pulando o muro do condomínio. Da janela eu vi a pessoa pulando o muro e tentei registrar com o celular, mas não deu tempo. Moro com duas crianças e fiquei apavorada. Tranquei as portas e fechei as janelas" completou. "Só não sabemos por quanto tempo ele ficará preso. Isso é lamentável", acrescentou.

A vizinha contou que a mãe e o filho chegaram no prédio juntos por volta das 21h e, uma hora e meia depois, o crime já tinha acontecido e o assassino já tentava fugir. Outra moradora contou a história por um áudio e relatou o que aconteceu. "Estamos vivendo um momento muito difícil para permanecer calada. Ainda mais depois de saber o que eu acabei de tomar conhecimento. No Barrabella In, um filho matou a mãe por volta das 10 horas da noite e tentou fugir pelo Wayer Way, condomínio ao lado", contou.

"O pessoal viu ele pulando o muro ele já tinha feito o que quis. O nome dele é Igor. Não mora aqui. Quem morava era a mãe, Lucia Regina. Acho muito importante a gente denunciar ao público essas questões. A gente sempre acredita que essas coisas estão longe da gente e quando acontece perto [ficamos em pânico]. Essa revolta se intensifica de forma muito exponencial. Não podemos deixar que esse playboy da Barra saia ileso dessa", completou.

Em nota, a Polícia Militar informou que PMs "do 31º BPM (Recreio) foram acionados na madrugada do último domingo (07) para uma ocorrência de crime contra a mulher. Os policiais foram informados pelo porteiro ao chegar no local de que ele teria ouvido gritos vindo do apartamento da vítima.

+ Leia Mais: Homem de 32 anos mata pai a facadas durante videoconferência

E, de acordo com os relatos, os agentes foram autorizados a entrar no prédio. Com uma moradora como testemunha, as equipes arrombaram a porta, encontraram a vítima ensanguentada e caída no chão. Acionaram o SAMU e o atestado de óbito foi feito assim que chegaram ao local.

 

Exitoína agora está no Telegram! Você quer ficar por dentro de todas as novidades? Acesse https://t.me/exitoinabrasil e não perca mais nada!