Exitoína
Facebook ExitoínaTwitter ExitoínaYoutube ExitoínaInstagram ExitoínaTelegram Exitoína
News » CRIME

Policial acusado de matar George Floyd é libertado após pagar fiança

Derek Chauvin responde por homicídio culposo e assassinato em terceiro grau

Redação Publicado em 07/10/2020, às 16h59

George Floyd foi brutalmente sufocado pelo policial Derek Chauvin
George Floyd foi brutalmente sufocado pelo policial Derek Chauvin - Reprodução/Instagram

Derek Chauvin, ex-policial acusado pela morte de George Floyd, ganhou liberdade condicional nesta quarta-feira (7) após pagar uma fiança de US$ 1 milhão (cerca de R$ 5,6 milhões), de acordo com informações da Justiça dos Estados Unidos.

Ele foi detido em maio após ter sido flagrado com o joelho sobre o pescoço de Floyd em Minneapolis, Estados Unidos. Chauvin afirma cumprir com algumas condições para permanecer solto, conforme diz um documento enviado pela Corte ao xerife do distrito de Hennepin County, Minnesota.

De acordo com o registro, ele não irá voltar mais para a função de policial, nem ao menos se aproximar da família do ex-segurança morto. As acusações às quais Chauvin responde são as seguintes: Homicídio em segundo grau — assassinato intencional não premeditado, quando o autor tem intenção de causar danos corporais à vítima; Assassinato em terceiro grau — quando se considera que o responsável pela morte atuou de forma irresponsável ou imprudente.

+Leia mais: Noivos celebram casamento durante protesto antirracista nos Estados Unidos

A acusação afirma que Chauvin deixou o joelho no pescoço de Floyd durante oito minutos e quarenta e seis segundos no total. Eles ainda ressaltam que, nos últimos dois minutos e cinquenta e três segundos, o ex-segurança não respondia mais. Floyd faleceu em um hospital logo em seguida e o caso repercutiu mundialmente.

 

Exitoína agora está no Telegram! Você quer ficar por dentro de todas as novidades? Acesse https://t.me/exitoinabrasil e não perca mais nada!