Exitoína
Facebook ExitoínaTwitter ExitoínaYoutube ExitoínaInstagram ExitoínaTelegram Exitoína
News » POLÊMICA

Rafinha Bastos conta que foi à casa de PC Siqueira com policiais após acusação de pedofilia

Em entrevista, Rafinha voltou a falar sobre como lidou com o assunto

Redação Publicado em 15/08/2020, às 10h55 - Atualizado às 12h23

Rafinha Bastos voltou a comentar sobre caso de PC Siqueira
Rafinha Bastos voltou a comentar sobre caso de PC Siqueira - Reprodução/Instagram

O youtuber Rafinha Bastos contou, em uma nova entrevista, como lidou com as acusações de pedofilia envolvendo seu amigo, PC Siqueira. Eles comandavam juntos o programa Ilha de Barbados, que também contava com a participação de Cauê Moura. O ex-apresentador da Band afirmou que chegou a ir até a casa do influenciador com policiais, temendo que ele tirasse sua própria vida por conta da repercussão do caso.

Em conversa com o canal Cortes do Flow, Rafinha afirmou que o histórico de Siqueira o deixou em alerta depois que ele publicou um vídeo no Instagram, se posicionando sobre a denúncia do crime. De acordo com seu relato, assim que soube da gravação do youtuber, Siqueira foi tirar satisfação com ele.

"Ele ficou muito louco. Ficou puto por eu ter feito o vídeo, mas eu disse: 'Eu só estou tentando ser humano, e a gente é humano na internet. Você fala as coisas que você sente o tempo inteiro, e eu estou falando o que eu sinto e o que eu acho importante para mim. Não é nem pelo público, é para mim'", disse.

+Leia mais: Em meio à investigação, PC Siqueira mostra móveis quebrados por ele: "A dor provoca força bruta"

No entanto, após conversar com o humorista, o youtuber compartilhou uma mensagem sugestiva em suas redes sociais, o que deixou Bastos preocupado. "Ele postou: 'Se você quer escuridão... Eu faço a chama se apagar'. Pensei: 'Ah, o filho da puta vai se matar no dia que eu postei o vídeo. E mais, vai se matar e eu vou ser o cara que empurrou ele da janela'. Fui para a porta da casa do cara, chamei a polícia. Eu estava pensando primeiramente no cara e depois em mim, porque obviamente eu não queria ficar a vida toda pensando: 'Eu fui o empurrão'. Cheguei lá com 25 policiais."

Apesar de ter levado um susto na ocasião, PC atendeu os policiais e disse que estava bem. Em outro momento do relato, Rafinha disse que não se precipitou ao comentar o caso, pois precisava mostrar sua indignação.

"Eu nem sabia se era verdade ou mentira. Só de saber da possibilidade... Fiquei com raiva! Eu brinco com todos, sacaneio todos, critico o [Jair] Bolsonaro, e não vou falar sobre algo que está acontecendo aqui, no meu jardim? Eu precisava mostrar a minha cara e falar o que eu estava sentindo", completou.

Até o momento, o caso envolvendo PC Siqueira não teve uma resolução na Justiça. Os processos também permanecem em sigilo. Após as acusações, o influenciador deletou seu canal no YouTube e trancou suas redes sociais.

Exitoína agora está no Telegram! Você quer ficar por dentro de todas as novidades? Acesse https://t.me/exitoinabrasil e não perca mais nada!