Exitoína
Facebook ExitoínaTwitter ExitoínaYoutube ExitoínaInstagram ExitoínaTelegram Exitoína
TV e Séries » CASO GRAVE

Após prestar depoimento sobre acusações de estupro, advogada afirma que Felipe Prior, do BBB20, é inocente

Arquiteto foi acusado de estupro e tentativa de estupro por três mulheres

Redação Publicado em 25/04/2020, às 13h56

Felipe Prior está sendo acusado de dois estupros e uma tentativa por três mulheres
Felipe Prior está sendo acusado de dois estupros e uma tentativa por três mulheres - Reprodução/Globoplay

Na sexta-feira (24), o ex-participante do Big Brother Brasil 20 Felipe Prior prestou depoimento na 1ª Delegacia de Defesa da Mulher sobre duas acusações de estupro e uma acusação de tentativa de estupro, que teriam acontecido entre os anos de 2014 e 2018. Na saída, a advogada do arquiteto afirmou que ele é inocente.

"Hoje, nós estivemos aqui, na 1ª Delegacia da Mulher, ele prestou depoimento, respondeu todas as perguntas da senhora delegada. Vamos agora ouvir as testemunhas. É basicamente isso", contou Carolina Pugliese, representante de Felipe, em vídeo divulgado na Internet.

+Leia mais: Mulheres acusam Felipe Prior, do BBB20, de estupro e tentativa de estupro, diz revista

Ao ser questionada sobre como o arquiteto reagiu às acusações, a advogada afirmou: "O Felipe é inocente", disse. "Ele não conhece duas das pessoas que o acusam e apenas reconhece uma delas", acrescentou, antes de declarar que o caso corre em sigilo de justiça, o que a impediria de contar detalhes.

As acusações foram reveladas em reportagem da revista Marie Claire no começo do abril, logo após a eliminação de Felipe do Big Brother Brasil 20. Todos os casos teriam acontecido durante o InterFAU, os jogos universitários de turmas de Arquitetura e Urbanismo.

+ Leia mais: Felipe Prior, do BBB20, presta depoimento sobre acusações de estupro

O primeiro deles foi em 2014 e Felipe teria estuprado uma garota embriagada após oferecer uma carona a ela. Na segunda vez, em 2016, o então estudante de Arquitetura e Urbanismo teria convidado uma garota para a barraca dele no acampamento e tentando penetrar o ânus dela duas vezes, sem o consentimento da garota. O ato não foi consumado porque ela conseguiu se desvencilhar e fugir.

No último caso denunciado, de 2018, ele teria convidado uma garota de 23 anos para a sua barraca e eles começaram a ter relações sexuais com consentimento de ambos. No entanto, quando ele começou a ficar agressivo, agredindo-a com tapas no rosto e no corpo, a garota tentou parar, mas não pôde conter Felipe, que continuou com o ato.

Exitoína agora está no Telegram! Você quer ficar por dentro de todas as novidades? Acesse https://t.me/exitoinabrasil e não perca mais nada!