Exitoína
Facebook ExitoínaTwitter ExitoínaYoutube ExitoínaInstagram ExitoínaTelegram Exitoína
TV e Séries » EITA!

Christina Aguilera canta em homenagem à "morte" da carreira de J. K. Rowling, autora de "Harry Potter"

Brincadeira faz parte do especial de comédia do Amazon Prime Video, "Yearly Departed"

Redação Publicado em 30/12/2020, às 12h48

Christina Aguilera zomba de J. K. Rowling, autora de "Harry Potter", em especial do Amazon Prime Video, "Yearly Departed"
Christina Aguilera zomba de J. K. Rowling, autora de "Harry Potter", em especial do Amazon Prime Video, "Yearly Departed" - Reprodução/YouTube

2020 está finalmente chegando e, neste ano, tivemos que nos despedir temporariamente de algumas coisas, devido à pandemia de coronavírus, como a ida a cinemas, shows e teatros e até mesmo as celebrações de Natal, Ano Novo e inúmeros aniversários.

No especial "Yearly Departed", que estreou nesta quarta-feira (30) no Amazon Prime Video, Christina Aguilera relembra essas "mortes" e acrescenta mais algumas, como a "morte" da carreira de J. K. Rowling, autora de "Harry Potter", acusada de transfobia.

+ Leia mais: Fernanda Montenegro emociona internautas com mensagem sobre esperança em comercial

Na cena, as protagonistas do especial - dentre elas, as comediantes Phoebe Robinson, Rachel Brosnahan, Sarah Silverman e Tiffany Haddish - estão em um funeral e uma delas pergunta se alguém sabe cantar. Nesse momento, Christina Aguilera surge em meio a elas e se voluntaria.

Ela se dirige ao piano e começa a cantar "I Will Remember You" enquanto, em um telão atrás dela, aparece um painel relembrando tudo o que perdemos em 2020: abraços, férias, senso comum, apertos de mão, encontros e, dentre muitos outras perdas, a carreira de Rowling. Confira:

+ Leia mais: Criador revela como lidou com cena de abuso sexual em "Bridgerton", nova série da Netflix

+ Leia mais: Estrela de "Bridgerton" conta como reagiu à notícia de que interpretaria Lady Whistledown na série

Ao longo do ano, J.K. Rowling foi acusada de transfobia por seus comentários em relação a pessoas trans. Em um dos seus comentários, a autora foi acusada de invalidar a existência de homens trans, ao dizer que apenas mulheres são capazes de menstruar. Tentando se defender, Rowling ainda disse:

"A ideia de que mulheres como eu - que têm empatia por pessoas trans há décadas e sentem afinidade por elas, porque são vulneráveis da mesma forma que as mulheres, ou seja, à violência masculina - odeiam pessoas trans porque pensam que sexo é real e vivem as consequências disso, é um absurdo", declarou. Ainda assim, a autora deliberadamente divulgou uma loja acusada de vender produtos transfóbicos algum tempo depois.

 


 

Exitoína agora está no Telegram! Você quer ficar por dentro de todas as novidades? Acesse https://t.me/exitoinabrasil e não perca mais nada!