Exitoína
Facebook ExitoínaTwitter ExitoínaYoutube ExitoínaInstagram ExitoínaTelegram Exitoína
TV e Séries » Parabéns!

Globo de Ouro: Ellen DeGeneres é homenageada com prêmio Carol Burnett

A apresentadora recebeu o prêmio pelas mãos de Kate McKinnon, que fez uma introdução emocionante

Redação Publicado em 05/01/2020, às 23h00 - Atualizado às 23h31

Anunciou sua sexualidade durante o seu programa de tv
Anunciou sua sexualidade durante o seu programa de tv - Youtube

Neste domingo (05), Ellen DeGeneres foi homenageada durante o Globo de Ouro, recebendo o prêmio Carol Burnett, por sua carreira na televisão. Kate McKinnon foi quem anunciou, de forma emocionante, o prêmio para a apresentadora.

DeGeneres falou sobre as dificuldades que viveu durante o início e como foi o processo para se consolidar como apresentadora. “Eu tinha um sitcom e o perdi. Então, eu tive outro sitcom e o perdi também. Nisso, fiz o que sempre quis: fazer wiskey. Aí ganhei um talk show e eu pude ser eu mesmo. Eu senti que todos vocês pudessem me conhecer. Sou um livro aberto", falou.

+ Leia mais: Ellen DeGeneres se veste de Cardi B e faz twerk com a rapper

A apresentadora aproveitou o momento e brincou sobre os filhos que não possui com a sua esposa, Portia de Rossi. "Rupert e Fiona vão para cama! Brincadeira, eles já estão na faculdade", ironizou. Aliás, Ellen fez piadas sobre sua sexualidade, falando sobre um homem que também não existe. "Eu não poderia ter feito isso sem o meu esposo, Mark. Mark, você é meu porto seguro."

Antes de receber o prêmio, McKinnon revelou durante a introdução do prêmio como foi assumir publicamente que é gay e Ellen DeGeneres a ajudou, indiretamente, no processo. "Eu estava na frente do espelho e pensei 'Sou Gay?'. Eu sou e continuo sendo. É uma coisa assustadora para saber de repente sobre si aos 23. A única coisa que suavizou este sentimento foi assistir Ellen na TV.

A comediante agradeceu Ellen por ter se arriscado e, principalmente, por ter impactado em sua vida. "Ela arriscou sua vida e carreira para dizer a verdade e ela sofreu grandes represálias. Claro, as coisas mudaram, mas só porque pessoas corajosas como ela se lançaram no fogo pelas mudanças. Se eu não a tivesse visto na TV eu pensaria que eu jamais poderia estar na TV, eles [os produtores] jamais dariam espaço a comunidade LGBT e mais que isso, eu julgaria que sou um alienígena e que não teria o direito de estar aqui", finalizou. 

Exitoína agora está no Telegram! Você quer ficar por dentro de todas as novidades? Acesse https://t.me/exitoinabrasil e não perca mais nada!