Exitoína
Facebook ExitoínaTwitter ExitoínaYoutube ExitoínaInstagram ExitoínaTelegram Exitoína
TV e Séries » POLÊMICA

HBO ganha primeira disputa judicial contra herdeiros de Michael Jackson por 'Leaving Neverland'

O documentário sobre vítimas do cantor por abuso sexual estreou dia 3 de março

Redação Digital Publicado em 29/05/2019, às 17h47

'Leaving Neverland'
'Leaving Neverland' - Divulgação/HBO

A HBO ganhou a primeira disputa judicial por Leaving Neverland, documentário que detalha sobre as vítimas de abuso sexual de Michael Jackson.

Segundo o The Hollywood Reporter, após uma audiência na semana passada, um juiz federal decidiu na terça-feira rejeitar uma moção dos representantes de Michael Jackson para imediatamente lançar o caso a um árbitro.

Os herdeiros do falecido cantor processaram a HBO pouco antes de Leaving Neverland estrear, em 3 de março. Eles alegam que o filme constitui uma violação de uma cláusula de não depreciação, um acordo de 27 anos de existência.

Mas eles não desejam correr isso em tribunal aberto, pois invocaram uma cláusula de arbitragem naquele acordo antigo e tinham como objetivo fazer com que um juiz da Suprema Corte de Los Angeles impusesse um confronto diante da Associação Americana de Arbitragem.

Em resposta, a HBO teve o caso removido do estado para o tribunal federal na Califórnia, caracterizando todo o esforço legal dos representantes da herança de Michael como um "esforço transparente para reforçar sua campanha publicitária contra o documentário".

O canal contornou o precedente legal contra alegações póstumas de difamação, negando que houvesse qualquer acordo executável que não tivesse expirado e realmente coberto Leaving Neverland.

As partes travaram uma batalha dentro da maior guerra legal para resolver a questão de onde a disputa seria julgada. Essa questão tem o potencial de determinar todo o caso.

+ Diretor de conteúdo da Netflix ameaça boicotar negócios com a Geórgia, que aprovou lei anti-aborto

O juiz da Corte Distrital dos EUA, George H. Wu, não vê evidências claras e inequívocas em relação à arbitragem. Ele negou aos herdeiros os pedidos para devolver o caso ao tribunal estadual, assim como obrigar a arbitragem.

Exitoína agora está no Telegram! Você quer ficar por dentro de todas as novidades? Acesse https://t.me/exitoinabrasil e não perca mais nada!