Exitoína
Facebook ExitoínaTwitter ExitoínaYoutube ExitoínaInstagram ExitoínaTelegram Exitoína
TV e Séries » Eita!

Vencedora do Oscar por Preciosa, Mo'Nique processa a Netflix por discriminação

Segundo o TMZ, a comediante revelou no processo que Kevin Spacey utilizava ofensas raciais no set de House of Cards

Redação Publicado em 14/11/2019, às 15h15

Mo'Nique em vídeo postado em suas redes sociais
Mo'Nique em vídeo postado em suas redes sociais - Instagram

A atriz e comediante Mo'Nique, conhecida por ter vencido o Oscar de melhor atriz coadjuvante em 2010 por Preciosa: Uma História de Esperança, está processando a Netflix por discriminação racial. 

Segundo o TMZ, o processo é motivado por uma disparidade salarial no serviço de streaming. Mo'Nique alega que a Netflix a procurou e ofereceu 500 mil dólares para que ela gravasse um especial de comédia de um hora, enquanto que para a também comediante Amy Schumer, que é branca, o serviço de streaming teria oferecido 11 milhões de dólares pelo mesmo tipo de especial.

O TMZ informa que Schumer acabou faturando 13 milhões de dólares. Ela tem na plataforma dois especiais até o momento, The Leather Special, de 2017, e Growing, de 2019.

Em seu processo, ainda de acordo com o site, Mo'Nique argumenta que que a Netflix tem baixa diversidade em seu elenco e equipe, o que colabora para práticas racistas. Um dos diretores da empresa teria utilizado uma palavra de cunho racista numa reunião para cerca de 60 pessoas, por exemplo.

+ Leia mais: Após chamar Sabrina Paiva de "macaca", operador de câmera de A Fazenda é demitido pela Record

Mo'Nique também revela outros casos racistas na empresa. Segundo a atriz, a companhia permitiu que o ator Kevin Spacey utilizasse a mesma ofensa no set da série House of Cards. "Não quero mais [palavra racista] no meu set", ele teria dito para os seus seguranças pessoais. 

Spacey, em 2017, foi demitido de House of Cards após o surgimento de acusações de assédio sexual contra ele.

Em seu processo, Mo'Nique teria ainda incluído uma notícia sobre disparidade salarial que se tornou pública há algum tempo, de que a protagonista das primeiras temporadas de The Crown, Claire Foy, intérprete da Rainha Elizabeth II, ganhou um pagamento menor que o seu companheiro homem em cena, o ator Matt Smith.  

O TMZ informa que o processo movido por Mo'Nique é por danos não especificados e ela tenta conseguir uma liminar judicial que force a empresa a mudar suas políticas discriminatórias. 

+ Leia mais: Acusador de Kevin Spacey por assédio sexual morre em meio ao processo na justiça

A Netflix foi procurada pelo TMZ, mas não houve retorno, segundo o site.

Por meio de seu Instagram, Mo'Nique confirmou o processo. "Eu posso confirmar que hoje entrei com um processo de discriminação salarial contra a Netflix", escreveu. "Eu tinha uma escolha, eu poderia aceitar que o que eu enfrentei foi uma discriminação salarial, ou poderia me impor por aqueles que vieram antes de mim e pelos que vão vir depois."

Mo'Nique, no entanto, não falou sobre o conteúdo do processo. "Não tenho nenhum outro comentário por enquanto, mas agradeço o apoio e o amor recebidos", escreveu para seus seguidores. 

Exitoína agora está no Telegram! Você quer ficar por dentro de todas as novidades? Acesse https://t.me/exitoinabrasil e não perca mais nada!