Exitoína
Facebook ExitoínaTwitter ExitoínaYoutube ExitoínaInstagram ExitoínaTelegram Exitoína
Vitrine » Viral

Dia do Hot Dog: tudo sobre a origem do lanche mais famoso do mundo

Selecionamos 5 ebooks para você preparar receitas incríveis com hot dog

Redação Publicado em 09/09/2020, às 17h00

Dia do Hot Dog: tudo sobre a origem do lanche mais famoso do mundo
Dia do Hot Dog: tudo sobre a origem do lanche mais famoso do mundo - Reprodução/Amazon

Quem não adora comer um cachorro-quente, não é mesmo? Além de ser uma comida super prática de se fazer, é perfeita na hora que bate aquela fome. Para homenagear um dos lanches mais famosos do mundo, hoje é comemorado o Dia do Hot Dog! 

Poucos sabem, mas a origem do alimento é bem interessante e controversa. A salsicha é um dos alimentos mais antigos do mundo, e existem até relatos de sua presença nas Odisséias de Homero. No entanto, várias teorias falam sobre o surgimento do cachorro-quente: uma delas foi que, em 1852, em Frankfurt, na Alemanha, um açougueiro resolveu batizar as salsichas com a raça de seu cachorro, Dachshund; a segunda teoria é que um um imigrante alemão, chamado Charles Feltman, mudou-se para os Estados Unidos em 1880 e criou o lanche com pão, salsicha e molhos; já a terceira fala que, em Saint Louis (EUA), em 1904, um vendedor de salsicha criou um método para seus clientes não queimarem a mão, oferecendo lucas de algodão. Porém, os fregueses se esqueciam de devolver as luvas e o vendedor acabava ficando no prejuízo. Foi aí que seu cunhado, que era padeiro, sugeriu que o salsicheiro deixasse a ideia das luvas e usasse o pão. 

A origem do nome “Hot Dog”

A origem do nome “hot dog” também é um pouco distinta e existem duas fortes hipóteses: a primeira cita que alguns vendedores em Nova York estavam oferecendo salsichas bem cozidas com o slogan “obtenha suas salsichas dachshund enquanto estão vermelhas”; a segunda teoria é que, na mesma época, na Universidade de Yale, nos Estados Unidos, alguns alunos comiam a salsicha dachshund e brincavam dizendo que ela parecia o cachorro da raça, até que o boato se popularizou.

Apesar de ser um alimento mundialmente conhecido, seu preparo é totalmente diferente dependendo da região. O mais divertido é que cada local pode usar e abusar da criatividade na hora de preparar o próprio hot dog! Confira algumas maneiras de preparo de acordo com diferentes países: 

  1. Estados Unidos: no país onde o lanche se popularizou, o prato original conta com salsicha, molho agridoce, picles à base de pepino, mostarda e ketchup. No entanto, cada cidade possui particularidades bem interessantes. Em Nova York, por exemplo, encontramos cebolas cozidas e chucrute no lanche; em Chicago, muita pimenta, fatias de tomate e um pão de semente de papoula; em Seattle, não é difícil encontrá-lo com muito repolho e cream cheese. Já em lugares como Michigan e Texas, ele é bem mais apimentado e pode ser chilli e jalapeños.
  2. Itália: a receita normalmente inclui pimentão, cebola, ketchup, mostarda, batata frita, salsicha e um pão italiano.
  3. Japão: o lanche é servido com salsicha frita - que tem um corte bem diferente do tradicional, parecido com um polvo. Mas os cachorros-quente convencionais também podem ser encontrados por lá!
  4. Chile: no país, existe uma variação popular chamada “completo”. Além do pão e das salsichas, pode ser acrescentado purê de abacate, tomate picado, maioneses, chucrute, molho americano, pimentão, molho verde e queijo. Ah, e seu tamanho pode ser até o dobro do cachorro-quente tradicional americano!
  5. Filipinas: o cachorro-quente pode acompanhar diversos condimentos. Uma das suas variações é o hot dog waffle, que vem frito e no espeto. Molho bolonhesa, por exemplo, é um ingrediente bem comum, assim como carnes e tomates.
  6. Brasil: não é novidade que, aqui no Brasil, a receita pode ser preparada de vááárias maneiras, não é mesmo? Em São Paulo, não é nem um pouco estranho o prato utilizar purê de batata; já no Rio de Janeiro, ovos de codorna são bem comuns; na Bahia, um azeite de dendê e até um pouco de abóbora combina bastante com o lanche; em Minas Gerais, o milho verde reina nas receitas, mas também existem versões com bacon, pimenta em conserva e pimentão verde; na Paraíba, muita carne moída e frango desfiado; em Santa Catarina, além da receita tradicional, é adicionado chucrute; já em Manaus, nem adianta pedir um cachorro-quente. Lá, o lanche se chama Kikão e vem com ingredientes naturais, como cenoura e repolho

Hmmm, ficou com vontade de fazer um cachorro quente? Confira a lista abaixo com ebooks de receitas para preparar um delicioso hot dog com muita praticidade:

 

1. Hot Dog Recipes: Delicious Gourmet Hot Dog Recipes: https://amzn.to/3bEzOpd

2. 50 Yummy Hot Dog Recipes:  https://amzn.to/32aSauS

3. Great American Hot Dog Book, The: Recipes and Side Dishes from Across America: https://amzn.to/35iyib6

4. The Best Hot Dog 100 Recipes: https://amzn.to/3bIFPkH

5. Sanduíches especiais: receitas clássicas e contemporâneas: https://amzn.to/3ifITqO

 

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a Exitoína pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/33uceXZ 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/3aXmiv8

Exitoína agora está no Telegram! Você quer ficar por dentro de todas as novidades? Acesse https://t.me/exitoinabrasil e não perca mais nada!