Exitoína
Facebook ExitoínaTwitter ExitoínaYoutube ExitoínaInstagram ExitoínaTelegram Exitoína
Cinema » Brasileiro

'Bacurau', de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, vence o prêmio do júri no Festival de Cannes

Filme pernambucano empatou com o francês 'Les Misérables' na categoria

Redação Digital Publicado em 25/05/2019, às 16h43 - Atualizado às 17h13

Imagem promocional do filme brasileiro 'Bacurau', de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles
Imagem promocional do filme brasileiro 'Bacurau', de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles - Reprodução/Cannes Film Festival

Mais um filme brasileiro foi premiado no Festival de Cannes. O pernambucano Bacurau, dos diretores Kleber Mendonça Filhoe Juliano Dornelles, recebeu neste sábado (25) o prêmio do júri, um dos mais importantes do evento.

Ontem, o Festival de Cannes já havia premiado A Vida Invisível de Eurídice Gusmão, do cearense Karim Aïnouz, como melhor longa da mostra Um Certo Olhar. 

Bacurau divide, após um empate, o troféu de melhor prêmio do júri com o francês Les Misérables, dirigido por Ladj Ly. Este ano, o júri do festival foi presidido por Alejandro Gonzalez Iñarritu (O Regresso). 

"Queria mandar um beijo para todo mundo do Recife, Pernambuco", disse Mendonça Filho, no palco da cerimônia, de acordo com o UOL. "Faz 20 anos que venho, era uma jornalista e descobri muitos filmes aqui." Mendonça, celebrando também a vitória de Aïnouz, afirmou que os artistas são "embaixadores da cultura" brasileira no exterior.

++ Novo do Tarantino, filme com Robert Pattinson, 'Bacurau' e mais produções imperdíveis lançadas em Cannes em 2019

"Queria dizer que Bacurau foi um filme que envolveu o trabalho de muita gente, do Brasil e de fora, e essas pessoas trabalharam duro para que o filme ficasse pronto", completou Dornelles. "Dedico esse prêmio a todos os trabalhadores do Brasil da ciência, da educação e da cultura."

Bacurau se passa numa cidade fictícia que se torna o alvo de um grupo de extermínio, interessado em tirar, de vez, a cidade do mapa. Os moradores, porém, se unem para resistir. O filme vem sendo apontado como uma metáfora à atual situação política do Brasil. Sonia Braga, estrela de outro filme de Kleber Mendonça Filho, Aquarius (2016), está no elenco.

++ Filme de Karim Aïnouz vence prêmio da mostra Um Certo Olhar em Cannes

O maior prêmio do Festival de Cannes, a Palma de Ouro, ficou com o filme sul-coreano Parasite, de Bong Joon-ho. Já o Grand Prix, segundo maior prêmio, ficou com Atlantique, da franco-senegalesa Mati Diop.

Exitoína agora está no Telegram! Você quer ficar por dentro de todas as novidades? Acesse https://t.me/exitoinabrasil e não perca mais nada!