Exitoína
Facebook ExitoínaTwitter ExitoínaInstagram Exitoína
Cinema » POLÊMICA

Filha de Bruce Lee reprova forma como pai foi retratado em 'Era Uma Vez em...Hollywood'

Shannon Lee acredita que a figura do falecido ator e lutador asiático foi zombada no filme de Quentin Tarantino

Redação Digital Publicado em 30/07/2019, às 14h56 - Atualizado às 15h05

Mike Moh como Bruce Lee em 'Era Uma Vez em...Hollywood'
Mike Moh como Bruce Lee em 'Era Uma Vez em...Hollywood' - Divulgação/Sony Pictures

Shannon Lee, filha de Bruce Lee, demonstrou bastante frustração com a representação do pai em Era Uma Vez em...Hollywood, que aparece em trechos do filme de Quentin Tarantino, interpretado por Mike Moh, e luta contra o dublê Cliff Booth, vivido por Brad Pitt, depois de uma discussão entre eles.

Em entrevista ao The Wrap, ela afirmou acreditar que a figura do falecido ator e lutador foi ironizada e passada com deboche por ter sido retratado como um cara arrogante. Considerando que, na década de 1960, os asiáticos tinham muita dificuldade para alcançar espaço no mercado cinematográfico, sendo vividos por atores brancos, segundo ela, isso não foi mostrado. 

"Eu posso entender as razões que os levaram a este retrato no filme. Eu entendo que os personagens são anti-heróis e que é uma fantasia cheia de raiva do que poderia ter acontecido e eles retratam um período com muito racismo e exclusão", disse.

"Entendo que o personagem de Brad Pitt é um durão que pode bater Bruce Lee. Mas eles não precisavam tratá-lo da mesma forma que os brancos de Hollywood o trataram em vida", continuou. "Ele aparece como um c#### arrogante que fala sobre coisas que não sabe. E não alguém que teve de lutar três vezes mais duro que todos os outros para conquistar o que outros tiveram com naturalidade", completou.

Ela ainda acrescentou que pode ter havido uma tentativa de Tarantino de mostrar o quanto Lee era esteriotipado, mas que não deu certo. "Foi muito desconfortável sentar no cinema e ver as pessoas rindo do meu pai", disse.

 Matthew Polly, autor do livro Bruce Lee: A Life, também deixou sua opinião. "Tendo em vista o quão simpático Tarantino retratou Steve McQueen, Jay Sebring e Sharon Tate, fiquei surpreso que ele não teve a mesma cortesia com Bruce Lee, o único não branco do filme", afirmou. "Ele poderia ter causado o mesmo efeito, sem a zombaria", completou.

+ 'Era uma vez em… Hollywood' conquista a maior bilheteria de estreia de Quentin Tarantino

Era Uma Vez em Hollywood estreia dia 15 de agosto nos cinemas brasileiros.