Exitoína
Facebook ExitoínaTwitter ExitoínaYoutube ExitoínaInstagram ExitoínaTelegram Exitoína
Famosos » POLÊMICA

Marcos Harter processa a Globo por expulsão do BBB17

Médico foi eliminado do programa após ser acusado de agredir a namorada, Emilly Araújo

Redação Publicado em 03/03/2020, às 11h39

Marcos Harter em discussão com Emilly Araújo no BBB17
Marcos Harter em discussão com Emilly Araújo no BBB17 - Reprodução/Globoplay

Três anos após ser expulso do BBB17, parece o Dr. Marcos Harter continua com problemas não resolvidos com a Globo.Segundo informações da colunista Fábia Oliveira, do jornal O Dia, o ex-participante entrou com um processo por danos morais contra a emissora responsável pela produção e exibição do reality show.

Em um relacionamento com Emilly Araújo, à época com 20 anos e que acabou vencedora da edição, Marcos foi acusado de agredir a namorada durante uma discussão e, após conversas com a vítima e consultas com especialistas, a produção decidiu por expulsá-lo.

+ Leia mais: BBB20: Público pede expulsão de Guilherme no próximo paredão: "Abusivo"

A defesa de Marcos afirma que a suposta agressão não foi enquadrada pelo juiz do caso criminal na lei Maria da Penha [lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006, que pune crimes de violência doméstica contra mulheres], o que indicaria que, por esse motivo, não teria ocorrido agressão contra a mulher.

Bruno Ziberman Vainer, do escritório Vainer & Villela Advogados, responsável pela defesa de Marcos, ainda teria afirmado que Emilly foi quem agrediu o seu cliente e não o contrário: "Se a emissora tinha que expulsar participante, deveria expulsar os dois e não apenas ele. A Emilly deixou passar o prazo para processá-lo criminalmente, ou seja, ela nem teve interesse em prosseguir com qualquer ação criminal contra ele", afirmou a Fábia Oliveira.

+ Leia mais: BBB20: Guilherme reclama com Gabi por deixá-lo sozinho: "É meu último dia aqui"

O médico, que recentemente viabilizou sua candidatura ao Senado em Mato Grosso, pede 750 mil reais à emissora. Metade do valor refere-se aos 1,5 milhão de reais que Marcos ganharia, caso vencesse o BBB17, e a outra metade é por danos morais: "Marcos é médico, cirurgião plástico e mais de 90% do seu público é de mulheres que querem melhorar as imagens delas com ele. Ele saiu do programa sendo visto como 'agressor de mulher', o que foi mais do que provado que isso nunca aconteceu", acrescentou a defesa do ex-brother.

"A Globo passou 24h sem dar uma nota sobre a discussão do casal que aconteceu naquela madrugada da suposta agressão. Veio o paredão e o Marcos saiu vitorioso com apenas 20% de rejeição. Do nada a Globo resolve chamar a Emilly no confessionário para perguntar se ela tinha se sentido agredida e a partir disso tirar o Marcos a três dias da final. Isso é, no mínimo, estranho", concluiu o advogado.

 


Exitoína agora está no Telegram! Você quer ficar por dentro de todas as novidades? Acesse https://t.me/exitoinabrasil e não perca mais nada!