Exitoína
Facebook ExitoínaTwitter ExitoínaYoutube ExitoínaInstagram ExitoínaTelegram Exitoína
Música » LUTO

Após morte de Sulli, Assembleia Nacional da Coreia do Sul reforçará medidas contra o cyberbullying

Ex-integrante do f(x) foi encontrada morta na segunda-feira (14)

Redação Publicado em 16/10/2019, às 12h08

Após morte de Sulli, a Assembleia Nacional da Coreia do Sul reforçará medidas contra o cyberbullying
Após morte de Sulli, a Assembleia Nacional da Coreia do Sul reforçará medidas contra o cyberbullying - Instagram

Após a morte da atriz e cantora Sulli, ex-integrante do grupo de k-pop f(x), a Assembleia Nacional da Coreia do Sul reforçará medidas contra comentários maldosos postados anonimamente na Internet. As informações são do Malay Mail.

Apelidada de "Lei Sulli", as novas medidas serão revisadas em dezembro por um subcomitê formado por membros da Associação Nacional de Arte e Cultura, a Associação de Futebol das Celebridades, o Sindicato Nacional de Trabalhadores do Entretenimento e o Sindicato de Trabalhadores do Governo Coreano, além de celebridades que já passaram por situações de cyberbullying.

++ Fãs lamentam a morte de Sulli, do F(x), e lembram de Jonghyun, morto há dois anos

O projeto foi anunciado após uma petição com mais de mil assinaturas ser apresentada à Casa Azul, residência oficial do presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-In, pedindo por punições mais severas em casos de assédio na Internet que teriam levado Sulli à morte, em um aparente suicídio. A artista sofria constantes ataques, em redes sociais, por decidir não usar sutiãs e ter uma postura feminista em uma sociedade machista e misógina.

Sulli, que tinha 25 anos, foi encontrada insconsciente em um quarto de sua casa, na segunda-feira (14), por seu empresário, que chamou a polícia e constatou a morte da artista. Apesar da suspeita de suicídio, a polícia ainda investiga as causas da morte.

++ Grupos de k-pop adiam agendas de divulgação após a morte de Sulli, do f(x)

A artista, que na verdade se chamava Choi Jin-ri, estreou como atriz ainda na infância, e, em 2009, se juntou à girlband f(x), onde ficou até 2015, quando saiu para se dedicar à carreira como atriz.

Ainda neste ano, ela surpreendeu os fãs, lançando o single solo Goblin quando muitos acreditavam que ela havia desistido da carreira como cantora.

 

Exitoína agora está no Telegram! Você quer ficar por dentro de todas as novidades? Acesse https://t.me/exitoinabrasil e não perca mais nada!