Exitoína
Facebook ExitoínaTwitter ExitoínaYoutube ExitoínaInstagram ExitoínaTelegram Exitoína
News » CRIME ACONTECEU EM JUNHO DE 2019

Delegado-geral de SP diz que PM do Paraná se confundiu e assassino de Rafael Miguel não foi preso

Paulo Cupertino Matias está foragido há mais de um ano após matar o ator de "Chiquititas" e os pais dele

Redação Publicado em 28/10/2020, às 12h21 - Atualizado às 16h25

Rafael Miguel foi morto a tiros em junho de 2019; Paulo Cupertino Matias, acusado de ser o responsável pelo crime, foi preso nesta quarta-feira (28)
Rafael Miguel foi morto a tiros em junho de 2019; Paulo Cupertino Matias, acusado de ser o responsável pelo crime, foi preso nesta quarta-feira (28) - Reprodução/Instagram

O delegado-geral de Polícia de São Paulo, Ruy Ferraz Fontes, afirmou que a Polícia Militar do Paraná irá anunciar que se confundiu e Paulo Cupertino, acusado de matar a tiros Rafael Miguel e os pai dele em junho de 2019, não foi preso nesta quarta-feira (28). As informações são do G1, que havia noticiado a prisão pela manhã, divulgada pelo próprio delegado.

A Polícia Civil descobriu que o empresário havia falsificado uma carteira de identidade e usava o nome falso de Manoel Machado da Silva e vivia em Jataizinho, no norte do Paraná.

O crime aconteceu porque o empresário não aceitava o namoro do ator de "Chiquititas" com a sua filha, Isabela Tibcherani. No dia do homicídio, Rafael deixava a namorada em casa, acompanhado dos pais, João Alcisio Miguel, de 52 anos, e Miriam Selma Miguel, de 50, quando foram recebidos a tiros por Cupertino.

+ Leia mais: Irmã de Rafael Miguel abre o coração após um ano da morte do ator e dos pais: "Só queria conversar com vocês"

Sete balas atingiram o jovem, que tinha 22 anos de idade. Uma na cabeça, uma no peito, três nas costas e duas no braço esquerdo. O pai foi atingido por quatro disparos e a mãe foi atingida duas vezes.

Um ano após o ocorrido, a Justiça converteu o mandado de prisão temporária de Cupertino em preventiva. Em julho, o empresário entrou na lista dos criminosos mais procurados pela polícia de São Paulo.

Rafael Miguel ficou conhecido quando ainda era bem novo, ao aparecer em uma propaganda fazendo escândalo para a mãe comprar brócolis para ele. Anos depois, quando tinha dez anos, estreou como ator na minissérie "JK", da Globo, e também integrou o elenco da novela "Cristal". Seu trabalho mais recente, antes de ser morto, foi na novela "Chiquititas", entre 2013 e 2015, como o personagem Paçoca.

 

Exitoína agora está no Telegram! Você quer ficar por dentro de todas as novidades? Acesse https://t.me/exitoinabrasil e não perca mais nada!