Exitoína
Facebook ExitoínaTwitter ExitoínaYoutube ExitoínaInstagram ExitoínaTelegram Exitoína
Viral » POLÊMICA

Comentarista da CNN Brasil gera polêmica ao dizer que homens gays têm mais chances de ter AIDS

Leandro Narloch comentou sobre a decisão do STF de que homens homossexuais possam doar sangue

Redação Publicado em 08/07/2020, às 18h40

Leandro Narloch em reportagem para a CNN Brasil
Leandro Narloch em reportagem para a CNN Brasil - Reproduçção/CNN Brasil

Leandro Narloch protagonizou uma polêmica na tarde desta quarta-feira (08) durante entrada ao vivo na programação da CNN Brasil. O comentarista da emissora chegou a dizer que homens gays têm mais chances de ter AIDS ao falar sobre a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de que homens homossexuais possam doar sangue.



Os apresentadores Phelipe Siani e Marcela Rahal chamaram Leandro para comentar na Live CNN sobre o assunto e ele já começou dizendo que foi uma “mudança pequena” ao inciar sua resposta. "Antes tarde do que nunca, ne? Vamos chamar o Narloch para recpercutir isso. Narloch! Ainda bem, ne?", introduziu Marcela.

“A mudança na verdade é pequena, ela vai restringir mais a conduta, e não o tipo de pessoa, a opção sexual do indivíduo. Toda essa polêmica começou porque, não há dúvida disso, os gays, os homens gays, eles têm uma chance muito maior de ter Aids, né?”, respondeu o comentarista.

Na sequência, Narloch mencionou uma suposta pesquisa de 2018 sem citar de onde tirou as informações. “Em 2018, uma pesquisa mostrou que 25% dos gays de São Paulo eram portadores de HIV”, afirmou.

Ele ainda chegou a relacionar promiscuidade de homens homossexuais com o contágio da doença ao ajudar a perpetuar o estigma. “Mesmo que esse número seja exagerado, e de fato ele parece mesmo exagerado, o fato é que é dezenas de vezes maior, maior a chance do que na população geral. A questão é que outros critérios para exclusão já restringem os gays que têm comportamento promíscuo, né?”, acrescentou.

O comentarista também se arriscou em dizer que a regra antiga seria injusta para o gays que usavam preservativo. "Estava muito injusta com os gays que se cuidavam, que faziam sexo protegido ou, então, que tinham um parceiro só durante toda a vida. E se você simplesmente fizer uma regra, como já existem em vários hemocentros, que exclui as pessoas que têm muitos parceiros sexuais, ou sexo sem camisinha, você já retira todo o problema. Então aí é uma pequena mudança e, sim, muito boa”, finalizou. Confira:

+ Leia Mais: 10 influencers LGBTQ+ que você precisa conhecer

Nas redes sociais, ele vem sendo acusado de homofobia. Veja os principais comentários:

ESCLARECIMENTO

Após a repercussão dos comentários de Leandro nas redes sociais, o jornalista resolveu usar seu perfil oficial no Twitter para se justificar e esclarecer sua fala sobre o assunto.

"Como eu disse, a nova regra de doação é muito boa. Restringe a doação baseada na conduta que aumenta o risco, e não na identidade sexual", começou dizendo. "Assim a regra deixa de ser injusta com gays monogâmicos ou que se protegem, que não podem doar sangue enquanto muitos héteros que se expõem a mais riscos podem."

Em seguida, ele afirma que isso não "desmente o fato da prevalência de HIV ser mais alta entre gays". "Isso é de conhecimento notório e incontroverso - mudar essa situação é justamente uma das boas bandeiras do movimento LGBT".

Leandro também citou as críticas que recebeu por ter falado a frase "opção sexual" e não orientação, termos que são defendidos pela comunidade LGBT como corretos para se tratar sobre a sexualidade. "Alguns reclamaram do termo "opção" e não "orientação" sexual. Aí discordo. Acho que existem as duas coisas: gays e lésbicas que o são por orientação e outros que optaram".

Por fim, o jornalista disse que sente muito se o comentário pareceu homofóbico para alguns. "Fiquei muito triste com isso. Não gosto de homofobia e me incomodo bastante em ser rotulado assim."

 

 


+ Notebooks novinhos para você trabalhar ou estudar:

1. Kit Notebook Acer Aspire 3 + Mochila: https://amzn.to/37Em9Ms

2. Notebook 2 em 1 Acer Spin 3: https://amzn.to/30pqhga

3. Notebook Acer Aspire 5: https://amzn.to/35J9c2f

4. Chromebook Acer N7 C731-C9DA: https://amzn.to/37zgcQO

5. Notebook Ideapad S145, Lenovo: https://amzn.to/3ajowpk

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a Exitoína pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Exitoína agora está no Telegram! Você quer ficar por dentro de todas as novidades? Acesse https://t.me/exitoinabrasil e não perca mais nada!