Exitoína
Facebook ExitoínaTwitter ExitoínaYoutube ExitoínaInstagram ExitoínaTelegram Exitoína
Cinema » RETORNO

O Exterminador do Futuro: De sonho de James Cameron a Mad Max 2, saiba as inspirações da franquia

Novo filme Destino Sombrio, o sexto da filme da saga, chega aos cinemas brasileiros no dia 31 de outubro

Redação Publicado em 27/10/2019, às 09h00

Comparação de cenas entre o primeiro e o último Exterminador do Futuro
Comparação de cenas entre o primeiro e o último Exterminador do Futuro - Orion/ Paramount Pictures

O sexto filme da franquia OExterminador do Futuro chega às telonas do Brasil no dia 31 de outubro e marca o retorno de Arnold Schwarzenegger na pele - ou carcaça - do Exterminador e de Linda Hamilton como a incansável Sarah Connor. 

Exterminador do Futuro: Destino Sombrio é a sequência direta dos dois filmes iniciais da franquia, iniciada em 1984 pelas mãos do diretor James Cameron, e retoma a narrativa da guerra aos robôs, máquinas criadas pelos próprios humanos por intermédio da Skynet - inteligência artificial altamente avançada que vê os humanos como uma ameaça. 

Agora dirigido por Tim Miller, o novo longa parte de uma narrativa que ocorre 28 anos depois de OExterminador do Futuro 2: O Julgamento Final, na qual um novo e mais avançado exterminador de metal líquido é enviado para o futuro pela Skynet para matar Dani Ramos (Natalia Reyes) e um ciborgue humano híbrido (Mackenzie Davis), além de suas amigas.

Linda Hamilton como Sarah Connor em Exterminador do Futuro: Destino Sombrio (Paramount) 

 

++ Novo 'Top Gun' ganha trailer depois de 34 anos do lançamento original

Assim, Sarah Connor e o Exterminador voltam a fazer uma dupla conturbada que luta pela salvação do mundo. Mas de onde todas essas ideias surgiram? Em 1984 a imagem das temíveis máquinas metalizadas e de inteligência autoconsciente estavam distantes da realidade social e tecnológica da sociedade. 

Ideais vindas de sonhos de James Cameron, inspirações de outros filmes de ficção científica e espera de uma tecnologia melhor são alguns dos cenários de onde a franquia de OExterminador do Futuro veio.

++ Comic Con 2019: expansão da Marvel, trailers, nostalgia e tudo o que rolou na edição desse ano

Pesadelo de James Cameron

T-800 (Orion Pictures) 

 

O pontapé inicial de toda a franquia do Exterminador veio de um sonho, ou melhor, de um pesadelo. O diretor James Cameron, que até então havia feito Piranha II em 1981, revelou que estava com um forte resfriado enquanto estava em Roma na década de 1980 e que imagens apocalípticas envolvendo máquinas avançadas o assombraram em seus sonhos. 

Em entrevista para o DVD Blu-Ray do primeiro Exterminador do Futuro, o diretor recorda de quando começou a ter uma visão do filme.

"Eu estava deitado na cama pensando e tive todas essas imagens bizarras... Eu também acho que, porque eu estava em uma cidade estrangeira sozinho e me senti muito dissociado da humanidade em geral, foi muito fácil projetar-me nesses dois personagens do futuro que estavam fora de sincronia, fora de tempo, fora de lugar”, relembrou Cameron. 

++Jennifer Lopez comenta pela primeira vez sobre a chance de ser indicada ao Oscar

Muitos dos detalhes dos pensamentos e sonhos do diretor ajudaram na construção do personagem T-800, o primeiro tipo de Exterminador mortal da franquia.

“Sempre quis fazer algo voltado a uma história de robôs definitiva pois aquilo nunca havia sido feito”, categoriza na entrevista.  

Elenco de Exterminador do Futuro: Destino Sombrio em cena do filme (Paramount) 

 

As ideias e o proposto para o primeiro filme que daria origem a uma franquia de sucesso demorou um pouco para ser concretizada e apenas chegou em aos cinemas em 1984. 

Apenas sete anos depois uma sequência foi produzida e O Julgamento Final pode ser visto pelo mundo todo, e - após muita paciência com o avanço da tecnologia - pode de fato mostrar no filme sua concepção de um exterminador feito de metal líquido que se adequa ao ambiente em que circula - o T-100.

++ Cardi B aparece ao lado de Vin Diesel nos bastidores de Velozes e Furiosos 9: "Esse vai ser o melhor de todos"

Inspirações de outras obras audiovisuais

James Cameron pensou em fazer um filme com suas ideias a partir de um orçamento baixo, ao estilo de longa-metragens de terror slasher que eram sucesso na época. Um dos exemplos em que ele tinha na cabeça era Halloween, de 1978, dirigido por John Carpenter, na qual o diretor de Piranha II utilizou seus pesadelos como um pontapé para o escrever o roteiro de um filme slasher.

O gênero slasher para o filme em questão acabou não dando certo e o roteiro, com o tempo, foi sendo moldado e adaptado. 

++ Malévola: Dona do Mal desbanca Coringa e lidera bilheteria em final de semana de estreia no Brasil

  • The Outer Limits
Um dos personagens do episódio Soldier de The Outer Limits (ABC)

 

Com isso, uma das inspirações que mais se assemelham aos ideais do longa foi a premissa da série The Outer Limits - A Quinta Dimensão, seriado de ficção científica estreado em 1963 na televisão dos Estados Unidos. 

A obra televisionada pela ABC foi uma das pioneiras no quesito de inovação ao apresentar episódios independentes com um plot twist no final. O seriado introduziu personagens fora da Terra e os utilizou também como aliados ou inimigos dos humanos. 

Viagens exteriores ao planeta Terra também foram exploradas e a série acabou dando até inspiração para outra franquia muito famosa: a de Star Trek.

++Joaquin Phoenix pode ser prejudicado no Oscar pela controvérsia de Coringa, segundo revista

  • The Driver - O caçador de morte
Cena de The Driver (FOX)

 

Lançado em 1978, o longa do gênero neo-noir conta a história de um piloto profissional que é contratado para dirigir um experiente grupo de assaltantes e despistar a polícia sempre que necessário. Porém, um detetive está na sua cola e fará de tudo para capturá-lo.

O envolvimento da polícia e a marginalização de uma Los Angeles dos anos 1970 servem como inspirações narrativas e estéticas para que o Exterminador surgisse e fosse moldado como um clássico da história do cinema. 

++Leonardo DiCaprio e Brad Pitt não devem concorrer entre si no Oscar 2020

  • Mad Max 2
Mel Gibson em Mad Max 2 (Warner Bros.)

 

O longa distópico Mad Max 2, situado em ambiente desértico hostil, também surtiu efeitos de inspiração no diretor e nos produtores pela premissa e pela narrativa. Lançado em 1981 e dirigido por Georges Miller, o filme e a sequência de Mad Max de 1980 e apresenta uma Austrália pós-apocalíptica na qual um grupo de colonos se muda para se defender de um grupo itinerante de saqueadores sanguinários. Mel reprisa seu papel como o policial da franquia e redescobre sua humanidade ao ajudar os colonos. 

O toque distópico e pós-apocalíptico, em um enredo com características de perseguição e vingança, são inspiração para o que pode-se ver desenvolvido na história dos ciborgues que são enviados do futuro para o passado para proteger e matar Sarah Connor na franquia do Exterminador. 

++ História de um Casamento e Uncut Gems lideram indicações ao Gotham Awards 2019, termômetro do Oscar

O que o que esperar do novo filme

 

A imprensa norte-americana, que já viu o inédito filme, possui visões mistas quanto a trama e o ponto final colocado na franquia. Para eles, o longa deve funcionar, de fato, como o término da franquia. 

O filme mostra o retorno da geração original de O Exterminador do Futuro, como o próprio Arnold Schwarzenegger e Linda Hamilton e ignora retorna após os acontecimentos de O Julgamento Final, ignorando os outros três filmes da franquia feitos no meio desse período. 

++ Margot Robbie e atrizes de Aves de Rapina são confirmadas na CCXP 2019

A BBC disse que o filme faz uma bela reunião entre os dois protagonistas mas que acaba sendo inútil. “Pode ter lucro, e definitivamente oferece uma doce reunião de Schwarzenegger e de Linda Hamilton, mas por outro lado não há razão discernível para o Exterminador do Futuro: Destino Sombrio existir.

O site de críticas Rotten Tomatoes acumula uma nota de 67% de aprovação do filme, na qual consiste apenas nas avaliações ainda da crítica especializada. E o consenso entre eles diz que o longa representa uma atualização em relação aos filmes anteriores mas que não possui o mesmo poder emocionante que outras partes da franquia. 

++ Little Women: Primeiras impressões da crítica celebram um filme ''sincero'', ''fresco'' e ''original''

Para finalizar, o The Guardian fala sobre a volta do envolvimento de James Cameron na produção mas ressalta que Exterminador do Futuro: Destino Sombrio comete parece robótico e repete suas conhecidas repetições.

Exitoína agora está no Telegram! Você quer ficar por dentro de todas as novidades? Acesse https://t.me/exitoinabrasil e não perca mais nada!