Exitoína
Facebook ExitoínaTwitter ExitoínaInstagram Exitoína
Cinema » Estreia

Já vimos: Dinâmico, As Golpistas glamouriza mulheres no crime – e isso é ótimo!

Filme traz Jennifer Lopez no melhor papel de sua carreira, realmente digno de Oscar

Pedro Rocha Publicado em 30/11/2019, às 09h00 - Atualizado em 01/12/2019, às 17h55

Jennifer Lopez e Constance Wu em cena de As Golpistas
Jennifer Lopez e Constance Wu em cena de As Golpistas - Divulgação/Diamond Films Brasil
  • Atenção, o texto abaixo pode conter spoilers do filme As Golpistas!

Assim que as primeiras críticas começaram a elogiar a performance de Jennifer Lopez em As Golpistas, muita gente se surpreendeu, já que a atriz, mais conhecida como cantora, teve papéis de destaque apenas em comédias românticas. O único ponto fora da curva, até então, parecia ter sido o filme que a revelou ao mundo, a cinebiografia Selena, que rendeu a ela uma indicação ao Globo de Ouro em 1998.

Mas, a partir desta quinta-feira (5), o público brasileiro vai poder comprovar com seus próprios olhos que a atuação de JLo é mesmo digna de uma indicação ao Oscar – e a vitória da estatueta também seria mais que merecida.

As Golpistas traz como protagonista Constance Wu, que, também em ótima atuação, vive Destiny, uma mulher que se aventura no mundo dos clubes de strip tease em Nova York em busca de uma vida melhor – o que ela consegue, antes da crise econômica dos EUA de 2008 levar tudo embora, que é o ponto de partida para a virada criminosa das personagens. A personagem de Jennifer Lopez, Ramona, apesar de secundária, se mostra aí a parte central da trama.

+ Leia mais: As Golpistas, com Jennifer Lopez, Cardi B e Lizzo, e outros 7 filmes estrelados por cantores

Ramona é quem monta a gangue que droga e se aproveita de executivos de Wall Street, por quem o espectador não sente pena em momento algum. São homens frios, abusivos, que traem suas esposas e que esbanjam sua riqueza numa sociedade tão desigual como a dos EUA.

As golpistas, lideradas por Ramona, faturam alto e quase glamourizam o crime. E isso é ótimo! Depois de dezenas de anos com filmes hollywoodianos vangloriando crimes cometidos por homens, por que não um longa estrelado por mulheres, escrito por mulheres e dirigido por uma mulher? E sem preocupações morais, já que as criminosas respondem, cada uma de um jeito, por seus atos no filme. O estilo lembra o de Adam McKay que, não por acaso, produz o longa junto com nomes como Will Ferrell e a própria Jennifer Lopez.

+ Leia mais: Jennifer Lopez revela ter atuado em As Golpistas de graça

Um destaque para a bela direção de Lorene Scafaria, que capricha nas cenas de pole-dance, ao som de grandes músicas pop da época, como Gimme More, de Britney Spears. Nada é sexualizado além do real. Todo o ponto de vista é feminino.

Voltamos, então, para a personagem de Jennifer Lopez, Ramona. Multifacetada, a líder do grupo é muito mais que uma criminosa e muito mais que uma stripper, é uma mãe. Mãe de sua filha e figura materna também para Destiny. É em seu ato mais amoroso, quando qualquer pessoa reagiria com fúria, que JLo garante o seu Oscar, ao transparecer a emoção real de uma mãe, que coloca os filhos acima de si.

Além dela, Lorene Scafaria merece indicação ao Oscar por roteiro adaptado, baseado no artigo escrito pela jornalista Jessica Pressler sobre o caso real que inspirou ao filme, e mereceria também uma indicação ao prêmio de direção. O que parece, entretanto, um pouco mais difícil, com a competição que a cerca este ano.

Confira, abaixo, o trailer de As Golpistas:

 


+ Essa é para quem adora ouvir músicas da maneira antiga e colecionar discos de vinis em casa - e, de quebra, deixá-la bem enfeitada. Esses grandes sucessos da música internacional vão deixar sua coleção bem mais completa. Ah, e lembrando que a compra desses produtos na Black Friday da Amazon estão com descontos progressivos incríveis! Não vai deixar de conferir, hein?

  • David Bowie: Edição limitada, importada com gravação original. Vem com todos os clássicos do mestre do rock, além da capa ser linda para decorar sua casa. https://amzn.to/35ppkW9
  • Bad de Michael Jackson: Who's Bad? Esse sétimo álbum de estúdio importado é o melhor item para os fãs do rei do pop. https://amzn.to/2QHniwD
  • The Dark Side of The Moon de Pink Floyd: Edição importada com as melhores faixas da banda, a capa possui a imagem clássica que fica linda em qualquer lugar da casa. https://amzn.to/2QHoS1u
  • Abbey Road dos Beatles: Com 11 faixas das músicas mais conhecidas da banda para curtir com toda a família. E então, “come together right now”? https://amzn.to/2L0oUy3
  • Am do Arctic Monkeys: Quinto álbum do grupo para quem adora uma nostalgia quando se trata de música - mas sem esquecer seu lado “moderno”. https://amzn.to/2XAeuKu

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Exitoina pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.