Exitoína
Facebook ExitoínaTwitter ExitoínaYoutube ExitoínaInstagram ExitoínaTelegram Exitoína
TV e Séries » Justiça

Em homenagem a Poussey, 'Orange Is The New Black' cria campanha real para mudar sistema carcerário dos EUA

O The Poussey Washington Fund vai ajudar pessoas também na vida real

Pedro Rocha Publicado em 25/07/2019, às 18h30 - Atualizado às 19h14

Samira Wiley como Poussey Washington em 'Orange Is The New Black', da Netflix
Samira Wiley como Poussey Washington em 'Orange Is The New Black', da Netflix - Reprodução/Netflix

Para a sétima e última temporada deOrange Is The New Black, que a Exitoína Brasil já viu, os criadores resolveram honrar o legado da série – e de uma personagem em especial – com uma ação que vai ter impactos na vida real, do lado de fora das telinhas. 

Nesta quinta-feira (25), a Netflix anunciou que vai criar o The Poussey Washington Fund, uma campanha virtual que vai arrecadar dinheiro para ajudar grupos jurídicos sem fins lucrativos, que buscam "desafiar as políticas atuais, a reforma do sistema criminal, o fim da prisão em massa e apoiar a mulheres afetadas por isso", além de proteger imigrantes nos EUA. 

++ Já vimos: 'Orange Is The New Black' tem o final que toda boa série merecia ter

"O time criativo de Orange Is The New Black criou o fundo para apoiar organizações em seus esforços para repensar, revisar e reformar a Justiça na América", afirma o anúncio da campanha em seu site oficial. 

"Pelo Fundo Poussey Washington, nossos personagem podem viver e continuar a criar impacto mesmo depois do fim da série", diz, em comunicado, a criadora de OITNB, Jenji Kohan. 

A campanha, claro, tem como referência a personagem Poussey Washington, vivida por Samira Wiley, que foi morta na ficção por um policial e seu crime nunca foi registrado como assassinato. O acontecimento da série, exibido na quinta temporada, em 2016, foi inspirado no caso real de Eric Garner, morto em 2014 num presídio de Staten Island, em Nova York. 

A Exitoína Brasil já viu a última temporada da série, que apresenta o The Poussey Washington Fund na ficção. Por lá, a campanha é criada pela personagem Taystee (Danielle Brooks), melhor amiga de Poussey. "Taystee reconhece uma oportunidade de fazer a diferença para suas colegas presidiárias e nós não vimos um motivo para não lançar a nossa própria iniciativa para ter efeito no mundo real", afirma Kohan no comunicado oficial. 

Mais informações sobre o programa podem ser encontradas no site crowdrise.com/pwf.

"Poussey Washington pode ter sido um personagem fictício criado para a televisão, mas sua história de vida e seu destino devastador é real para muitas mulheres neste país", diz a página da campanha. 

++ 'Orange Is The New Black' chega ao fim como símbolo de representatividade na TV

A sétima e última temporada de Orange Is The New Black estreia nesta sexta-feira (26) na Netflix, com 13 episódios finais. 

Um vídeo foi publicado pela plataforma de streaming para apresentar a campanha. Nele, atrizes da série conhecem fãs de OITNB que foram impactados pela narrativa e se viram representados na produção. 

++ 'Orange Is The New Black': para onde vão as principais atrizes da série após o fim?

Ao final, Samira Wiley explica a campanha. "Temos a honra de contar as histórias desses personagens e aprendemos que o sistema está falhando com as mulheres, dentro e fora das prisões", afirma a atriz no vídeo. "O Fundo Poussey Washington nos ajudará a manter o legado de Orange muito depois de a série ter terminado."

Exitoína agora está no Telegram! Você quer ficar por dentro de todas as novidades? Acesse https://t.me/exitoinabrasil e não perca mais nada!